Ramiro Rosário mita e apaga símbolo do comunismo durante mutirão para apagar pichações

A Gestão Marchezan, de Porto Alegre (RS), tem promovido mutirões para apagar pichações criminosas, que são defendidas pela extrema esquerda. No mais recente mutirão #EuFaçoPOA, Secretário Municipal de Serviços Urbanos e vereador eleito em 2016, foi feito um vídeo mostrando o belíssimo trabalho nas paradas de ônibus do Viaduto Utzig, que contou com a ajuda de várias pessoas. A certo momento do vídeo, vemos que uma … Continuar lendo Ramiro Rosário mita e apaga símbolo do comunismo durante mutirão para apagar pichações

Anúncios

Marchezan peita sindicatos e vai reduzir ociosidade e ineficiência de professores, em favor dos alunos

Um diagnóstico feito pelo Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Sul mostrou que, mesmo com o alto investimento em ensino e os professores melhor remunerados e qualificados, o ensino municipal de Porto Alegre não tem bons resultados. Com dados de 2015 e 2016, o documento mostra excesso de professores fora de sala de aula, em tarefas administrativas e gastos excessivos com profissionais não-docentes. O … Continuar lendo Marchezan peita sindicatos e vai reduzir ociosidade e ineficiência de professores, em favor dos alunos

Marchezan enfrenta os pichadores: projeto com punição REAL chega amanhã à Câmara

O prefeito Nelson Marchezan Jr. (PSDB), de Porto Alegre (RS), decretou tolerância zero aos pichadores, como informa a Veja. Amanhã, o prefeito enviará amanhã à Càmara um projeto que estabelece punições reais para quem for flagrado praticando atos de vandalismo. Pichadores poderão ter de pagar multas que variam de R$ 1.955,00 a R$ 11.730,00. No caso de reincidência, a multa será aplicada em dobro. Além da Guarda … Continuar lendo Marchezan enfrenta os pichadores: projeto com punição REAL chega amanhã à Câmara

Marchezan arregaça sindicatos e Justiça determina que 50% da frota circule na sexta

Após ação movida pela Prefeitura de Porto Alegre, a Justiça local concedeu uma liminar que deixou os sindicalistas chateados. De acordo com a liminar, os funcionários devem manter 50% da frota de ônibus funcionando nos horários de pico nesta sexta (28). Os sindicatos planejaram fazer uma paralização completa, o que prejudicaria os trabalhadores dispostos a trabalhar no dia da greve, já popularmente conhecida como CarnaLula. … Continuar lendo Marchezan arregaça sindicatos e Justiça determina que 50% da frota circule na sexta

Prefeitura de Porto Alegre vai cobrar do PSOL prejuízos causados às empresas de ônibus no ano passado

A prefeitura de Porto Alegre, atualmente sob o comando de Nelson Marchezan como prefeito, entrou com uma ação na Justiça pedindo que os integrantes do PSOL Luciana Genro, Pedro Ruas, Fernanda Melchionna, Roberto Robaina e Alexsander Fraga arquem com um prejuízo de cerca de R$ 5 milhões causado às empresas de ônibus. No ano passado, os consórcios não puderam cobrar por 33 dias o novo … Continuar lendo Prefeitura de Porto Alegre vai cobrar do PSOL prejuízos causados às empresas de ônibus no ano passado

Marchezan desmascara jornalista que mentiu durante entrevista. Ela disse que ele “não teve diálogo com professores”.

A colunista do Jornal Zero Hora (dominado por jornalistas de extrema-esquerda) Debora Cademartori lançou uma mentira sobre o candidato Nelson Marchezan Junior durante debate na última quinta-feira. O detalhe é que Marchezan não deixou barato. Usando linguagem corporal intimidadora, a jornalista apelou a um “fake News”: inventar a informação de que Marchezan não teve diálogo com os professores. O desmascaramento foi implacável, como se vê … Continuar lendo Marchezan desmascara jornalista que mentiu durante entrevista. Ela disse que ele “não teve diálogo com professores”.

Marchezan peita sindicatos e vai lutar para que alunos tenham 27,8% a mais de aulas

O prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan (PSDB), resolveu bater de frente com sindicatos aparelhados pelos partidos de extrema-esquerda e adotou uma medida considerada “polêmica”, mas que na prática fará com que os estudantes tenham mais tempo de aula. Com a decisão tomada pelo prefeito, os cinco períodos passarão a ter 45 minutos e o intervalo será de 15 minutos.  Tomando como exemplo os professores que … Continuar lendo Marchezan peita sindicatos e vai lutar para que alunos tenham 27,8% a mais de aulas

Marchezan revela herança maldita em coletiva lacradora. É o caos: 900 milhões de rombo.

O prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan Junior, fez uma coletiva para expor a situação financeira da Prefeitura de Porto Alegre. Ele mostrou, com grande número de evidências, o rombo das contas públicas atuais: R$ 825 milhões de reais. A gestão anterior era de José Fortunati, do partido de extrema-esquerda PDT. Se a situação é caótica, também é um fato que o prefeito teve a coragem … Continuar lendo Marchezan revela herança maldita em coletiva lacradora. É o caos: 900 milhões de rombo.

Em Porto Alegre, Marchezan assume liderança nacional no corte de mamatas e extrema-esquerda pira de vez

O Globo divulgou uma listagem com as capitais brasileiras que entraram no ajuste fiscal e reduziram suas despesas. São, ao todo, 14 capitais, nas quais um total de 104 secretarias inúteis foram cortadas ou fundidas entre si. Porto Alegre, agora governada por Nelson Marchezan, foi a líder. Na cidade, que antes tinha 37 secretarias ou outras instituições de mesmo status, agora restam apenas 15 pastas, … Continuar lendo Em Porto Alegre, Marchezan assume liderança nacional no corte de mamatas e extrema-esquerda pira de vez

Marchezan lacra forte em Porto Alegre: não vai investir dinheiro público no Carnaval. Economia é de R$ 7,5 milhões

Em respeito ao dinheiro público e, obviamente, em virtude da crise financeira que assola do Rio Grande do Sul, o prefeito de Porto Alegre decidiu cumprir uma promessa feita ainda no ano passado: não vai gastar dinheiro com carnaval, deixará que o evento fique sob responsabilidade da iniciativa privada. Nelson Marchezan Jr entendeu o óbvio, ou seja, que não dá para ficar gastando dinheiro com … Continuar lendo Marchezan lacra forte em Porto Alegre: não vai investir dinheiro público no Carnaval. Economia é de R$ 7,5 milhões