Serra trai seus eleitores e se alia a Lindbergh para proteger “bolsa-empresário” no BNDES

Nascido como político no berço da UNE, o senador José Serra (PSDB) demonstrou ter mais coisas em comum com Lindbergh Farias (PT) do que a presidência da agremiação estudantil, que ambos ocuparam. Ontem, durante votação que criaria a nova taxa de juros do BNDES e inibiria a “bolsa-empresário” — farra com o dinheiro público que enriqueceu empresários alinhados com o petismo, como Joesley Batista — … Continuar lendo Serra trai seus eleitores e se alia a Lindbergh para proteger “bolsa-empresário” no BNDES

Anúncios

PT tenta barrar transparência do BNDES no Senado e levanta suspeitas

O presidente do Senado Eunício Oliveira (PMDB-CE) renovou para a amanhã (22) a sua promessa de pautar no plenário do Senado o requerimento de urgência para votar um projeto que acaba com o sigilo dos empréstimos do BNDES. A informação é do O Antagonista. A bancada petista, sobretudo a da chupeta, segue sua resistência à proposta, usando de sua artilharia mais pesada com Lindbergh, Gleisi … Continuar lendo PT tenta barrar transparência do BNDES no Senado e levanta suspeitas

Fim do sigilo ao “bolsa-empresário” no BNDES entra na pauta do Senado e deixa Lindbergh bravinho

O presidente do Senado Federal, senador Eunício Oliveira (PMDB-CE) incluiu na pauta do plenário um requerimento de urgência para abrir a discussão e votação do projeto que põe fim no sigilo dos empréstimos do BNDES. É o que informa nota do site O Antagonista. Também conhecido como “bolsa-empresário”, os empréstimos do BNDES insuflaram os “campeões nacionais” do regime petista, entre eles o hoje preso Eike Batista, … Continuar lendo Fim do sigilo ao “bolsa-empresário” no BNDES entra na pauta do Senado e deixa Lindbergh bravinho

Lindbergh deve ceder vaga e Dilma pode ser candidata ao Senado pelo Rio

Comenta-se que há um acerto dentro do PT, inclusive publicado nesta segunda-feira (14) no site O Antagonista. Enquanto a ex-presidente Dilma Rousseff tentaria se eleger ao Senado pelo Rio, Lindbergh Farias, atual detentor da vaga, disputaria uma vaga na Câmara dos Deputados para fortalecer a bancada fluminense do partido. A ideia dos petistas, de acordo com a nota, é compor uma “frente ampla” com candidatos … Continuar lendo Lindbergh deve ceder vaga e Dilma pode ser candidata ao Senado pelo Rio

Em evento fracassado na Paulista, Lindbergh partiu pro chilique: “Sérgio Moro, você é um covarde”

No fracassado ato em favor do condenado Lula na Paulista – que segundo as estimativas mais empolgadas levou meras 8 mil pessoas – o senador Lindbergh Farias (PT-RJ) deu chilique. Lindbergh berrava: “Sérgio Moro, o senhor é um covarde porque um juiz devia ser imparcial. Queria ver bloquear as contas do (senador) Aécio (Neves-PSDB-MG)”. Evidentemente, era um surto psicótico, pois Aécio Neves, por ter foro privilegiado, … Continuar lendo Em evento fracassado na Paulista, Lindbergh partiu pro chilique: “Sérgio Moro, você é um covarde”

Lindbergh ameaça povo brasileiro: “não esperem passividade”

O senador Lindbergh Farias, do PT, se pronunciou em defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado em primeira instância a nove anos e meio de prisão. “Não esperem de nós nesse momento passividade”, afirmou Farias. Ele conclamou a militância a sair às ruas em defesa do ex-presidente, e destacou o que chama de perseguição política. Lula foi condenado em primeira instância no caso do tríplex, … Continuar lendo Lindbergh ameaça povo brasileiro: “não esperem passividade”

Extrema-esquerda usa mulheres no Senado para acusar “machismo” e agressão caso sejam retiradas

A extrema-esquerda, mais uma vez, se utiliza de uma estratégia torpe e vil para interromper a sessão plenária e o progresso do Brasil. Valendo-se de uma ação birrenta e infantil, cinco senadoras ocupadas as cadeiras da mesa diretora para impedir o início dos trabalhos e proteger o privilégio dos sindicatos. Gleisi Hoffmann (PT-PR), Lídice da Mata (PSB-BA), Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), Fátima Bezerra (PT-RN) e Regina … Continuar lendo Extrema-esquerda usa mulheres no Senado para acusar “machismo” e agressão caso sejam retiradas