533

Dilma Rousseff acusa Fernando Holiday do que ela faz e toma traulitada de Roberto Jefferson

O PT sempre adotou uma política de autoritarismo (inclusive se alinhando com ditaduras como Venezuela e Cuba), prepotência e uso de violência contra adversários. Mesmo assim, no encontro do PT Dilma disse que Fernando Holiday – vereador pelo DEM – tem uma “tradição autoritária, prepotente e violenta”. Roberto Jefferson comentou: “Pensei que falava de si mesma”. Veja o print: Continuar lendo Dilma Rousseff acusa Fernando Holiday do que ela faz e toma traulitada de Roberto Jefferson

joao-doria

Príncipe de Abu Dhabi diz, para Dória: “Não gosto de políticos. O senhor é um gestor. Por isso, lhe recebi”

Já tem sido noticiado há dias que o prefeito de São Paulo, João Doria, fez uma viagem por países do Oriente Médio, na qual discutiu a privatização de propriedades da prefeitura que só geram despesas para o erário. Durante a viagem, ele foi recebido pelo príncipe Hamed Bin Zayed Al Nahyan, irmão do presidente de Abu Dhabi. Nunca nenhuma autoridade brasileira havia estado com o tal príncipe. Dono … Continuar lendo Príncipe de Abu Dhabi diz, para Dória: “Não gosto de políticos. O senhor é um gestor. Por isso, lhe recebi”

vargas-llosa-2009-04-original2

Vargas Llosa, sobre Moro: “É um milagre ainda estar vivo”

Em artigo para o Estadaõ, o Nobel de Literatura Mario Vargas Llosa comenta sobre Sérgio Moro, a quem se refere como “um juiz fora do comum” que “abriu a caixa de Pandora” da corrupção na Petrobras. Ele disse: “Aliás, é um milagre que ainda continue vivo.” Vargas Llosa ainda disse que somente a democracia será capaz de combater a corrupção dos governos latinos, revelada pela Lava Jato. … Continuar lendo Vargas Llosa, sobre Moro: “É um milagre ainda estar vivo”

macri

Macri humilha ditadura de Maduro: “Basta de eufemismos, a Venezuela não é uma democracia”

Conforme a Veja, o presidente da Argentina, Mauricio Macri, afirmou que a Venezuela é apenas uma pseudo-democracia e atacou os populismos, em entrevista concedida a imprensa da Espanha, antes de sua viagem ao país. “Basta de eufemismos, a Venezuela não é uma democracia”, declarou o argentino neste sábado. “Há uma pseudo Suprema Corte. Os direitos humanos não são respeitados”, declarou Macri, ao se referir à ditadura de … Continuar lendo Macri humilha ditadura de Maduro: “Basta de eufemismos, a Venezuela não é uma democracia”

Brasília(DF), 24/11/2016 - agencia do INSS - 502 sul . Foto: Rafaela Felicciano/Metrópoles

Previdência é responsável por 97% do déficit nas contas públicas em 2016

Conforme a Agência Brasil, o déficit da Previdência é o principal fator impedindo o saneamento das contas públicas. Simplesmente, 97% de todo o rombo deriva da Previdência. A matéria diz: No ano passado, o Governo Central – Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central – registrou déficit primário de R$ 154,2 bilhões. Desse total, R$ 149,7 bilhões (97%) vieram exclusivamente da Previdência Social. Os R$ … Continuar lendo Previdência é responsável por 97% do déficit nas contas públicas em 2016

leopoldo-lopez

Ditadura venezuelana confirma manutenção do preso político Leopoldo Lopez na prisão

Na última quinta (16), a Justiça venezuelana – fechada com o ditador Nicolas Maduro – manteve o preso político Leopoldo Lopez na prisão por 13 anos. Nesta semana, a esposa de López, Lilian Tintori, visitou Donald Trump na Casa Branca. Ao contrário do que fazia Barack Obama (que nunca combateu ditaduras), Trump pediu no Twitter que Maduro soltasse López. A ditadura de Maduro criou a … Continuar lendo Ditadura venezuelana confirma manutenção do preso político Leopoldo Lopez na prisão

27mai2013-o-senador-eduardo-suplicy-pt-sp-participa-do-velorio-do-empresario-roberto-civita-76-filho-de-victor-civita-fundador-do-grupo-abril-no-crematorio-horto-da-paz-em-itapecerica-da

Suplicy depõe e confunde Moro com premiê italiano assassinado por comunistas há 40 anos

Conforme o Estadão, o vereador paulistano Eduardo Suplicy (PT) confundiu o juiz Sérgio Moro, da Operação Lava Jato, com o ex-primeiro-ministro da Itália Aldo Moro, assassinado em maio de 1978 pelo grupo terrorista Brigadas Vermelhas, de orientação comunista. Arrolado pela defesa do ex-ministro Antônio Palocci (Fazenda e Casa Civil/Governos Lula e Dilma) – preso desde outubro de 2016 por suspeita de receber R$ 128 milhões … Continuar lendo Suplicy depõe e confunde Moro com premiê italiano assassinado por comunistas há 40 anos

Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do Senado durante debate se a CPI da Petrobras será exclusiva ou ampla. Na foto, a senadora Gleisi Hoffmann  (Valter Campanato/Agência Brasil)

Gleisi é considerada carta fora do baralho e bancada petista no Senado pode sumir em 2018

Conforme a revista Época, senadores petistas estão muito preocupados com as eleições de 2018. Para a matéria, Gleisi Hoffmann já é tratada como carta fora do baralho no Senado. Se tiver sorte, pode se eleger deputada federal. Atualmente, o Paraná é considerado o estado mais antipetista do Brasil. Dos 10 senadores atuais do PT, somente dois possuem mandato até 2023. Especialmente pela Lava Jato, a bancada tende … Continuar lendo Gleisi é considerada carta fora do baralho e bancada petista no Senado pode sumir em 2018

amarelas-humberto-costa

Humberto Costa admite corrupção petista em nome de projeto de poder e pede encerramento de discurso do golpe

Para a Revista Veja, o senador Humberto Costa (PT-­PE), que  foi ministro da Saúde do governo Lula, deu uma entrevista que deve ter desagrado parte da militância. Ele atua na linha de frente para “recuperar” o PT do colapso ético em que se encontra o partido. Costa é considerado um petista do núcleo duro da legenda. Segundo ele, chegou a hora de o PT admitir que se envolveu em … Continuar lendo Humberto Costa admite corrupção petista em nome de projeto de poder e pede encerramento de discurso do golpe

industria_sp

Pela primeira vez em 2 anos, indústria de SP contrata mais do que demite. Caos criado por Dilma começa a ser superado.

Conforme o Jornal Nacional, pela primeira vez em 2 anos, indústria de SP contrata mais do que demite, dado que medidas para injetar mais dinheiro na economia começam a dar resultados. Depois de fechar mais de 500 mil postos de trabalho nos últimos três anos, a indústria paulista criou, em janeiro, 6.500. Esse é o primeiro resultado positivo desde abril de 2015, quando as indústrias … Continuar lendo Pela primeira vez em 2 anos, indústria de SP contrata mais do que demite. Caos criado por Dilma começa a ser superado.