Catraca Livre ensina receita com base em fezes e urina… Nunca algo fez tanto sentido

por Roger Scar

O site ultra petista Catraca Livre publicou uma receita que “reaproveita” fezes e urina. Não é exatamente uma novidade, aliás. O mesmo site já ensinou e publicou diversas porcarias ao longo de sua existência, quase sempre coisas tão nojentas quanto esta.

27655193_147017012773526_1498629886161374331_n.jpg

O dono do Catraca Livre, Gilberto Dimenstein, possui um boteco na Vila Madalena que é frequentado especialmente por esquerdistas radicais, entre eles até o colunista do UOL, Leonardo Sakamoto. No boteco servem comida, e é de se imaginar que o estrume faça mesmo parte do cardápio porque, afinal, é isso que esta gente deve comer.

Porém, como o boteco não é exclusivo para a elite paulistana de extrema-esquerda, há de se questionar as atividades do local perante a sociedade. Será que a vigilância sanitária já sabe disso? As pessoas que não são esquerdistas e não querem comer fezes não podem ser vítimas deste senhor, então é preciso ter cautela.

Anúncios

2 comentários sobre “Catraca Livre ensina receita com base em fezes e urina… Nunca algo fez tanto sentido

  1. Isso deve ter sido postado pelos catraqueiros para provocar a reação das pessoas normais. Duvido que o Gilberto Dilma-Stein diga “Que delícia!” após comer essas coisas.
    Eu sou careta quanto a certos “modismos” e não sou cachorro que come a “salsicha” que sai do orifício da popa (termo náutico para “parte de trás”).
    Se tiver fome e não houver comida por perto, esquento a água numa panela e faço Lamen. Ou como comida enlatada, salgadinho, chocolate.
    Jamais comeria o McPoop ou o Burger Shit.
    Após o momento escatalógico, podemos voltar a falar mal do Lulão, sim?

Deixe uma resposta