ONU adia análise do processo de Lula e enterra esperanças petistas

De acordo com o Estadão, a ONU adiou mais uma vez a análise do caso de Lula.

Os advogados do petista querem que a entidade avalie a situação do ex-presidente que, segundo eles, estaria sofrendo “violações de direitos humanos”. A entidade, no entanto, não parece muito preocupada, talvez até por saber que tudo isso não passa de teatrinho.

“A ONU vai deixar para o segundo semestre de 2018 a decisão final sobre o caso Lula”, disse o Estadão.

Ironicamente, a defesa de Lula pretende apresentar um novo recurso para a ONU alegando que houve “celeridade” no julgamento do ex-presidente, enquanto isso a entidade age com morosidade.

 

Anúncios

Um comentário sobre “ONU adia análise do processo de Lula e enterra esperanças petistas

  1. Poucos sabem, mas a ONU possui uma agência secretíssima: o Departamento de Proteção a Seres Humanos Simpáticos, cuja principal função é proteger ditadores totalitários megalomaníacos, dando-lhes habeas corpus preventivos internacionais para que possam fugir e/ou concorrer nas eleições presidenciais de seus respectivos países.
    O lema da agência: “Enquanto existirem pobres coitados e coitados pobres que idolatram farsantes gurus de seitas, mitos políticos e super-heróis do funcionalismo público, não ficaremos desempregados.”
    O diretor: o Saddam Hussein Khomeini Idi Amin Dada Mugabe Stálin Hitler Mussolini Castro Chávez Maduro Lula Maradona – ele tem a mania de incorporar ao nome secreto os nomes de seus ídolos – , mais conhecido como Mister XXX.
    O caso recente que chegou à agência refere-se ao peticionário 13171 condenado (por enquanto) a 12 anos. Como defendê-lo, se ele teve um julgamento considerado tecnicamente justo?
    Mister XXX: “Talvez possamos pedir a nossos agentes no Brasil, o Requião e o Ciro Gomes, que sequestrem o peticionário 13171 e levem-no para o apartamento do Chico Buarque, em Paris.”
    Assistente: “Mas o ser humano simpático 13171 não deseja fugir, Mister XXX. O que faremos?”
    Mister XXX: “Enrolaremos o máximo possível o peticionário 13171, assim como fazem seus advogados midiáticos multimilionários. Alguma hora o sujeito se cansará.”
    Assistente: “Mas a reputação da agência não será comprometida?”
    Mister XXX: “Não, de modo algum. O índice de sucesso da agência sempre foi próximo de zero.”

Deixe uma resposta