Ministro do STF é contra prisão de Lula: “Incendiaria o país”

Deixando claro de que lado está, o ministro do STF Marco Aurélio Mello disse algo não muito surpreendente em entrevista ao Estadão. Para ele, a prisão de Lula é improvável e até mesmo inviável, porque “não é a ordem constitucional” e porque “incendiaria o país”.

“Eu duvido que o façam, porque não é a ordem jurídica constitucional. E, em segundo lugar, no pico de uma crise, um ato deste poderá incendiar o País”, afirmou o ministro logo após a manutenção da condenação de Lula.

Marco Aurélio é relator de duas ações nas quais o STF firmou, em outubro de 2016, o entendimento de que é possível iniciar o cumprimento de pena após a condenação em segunda instância. Ele, na realidade, sempre votou contra. Sendo assim fica claro que ele também é contra a prisão de Lula, ao menos agora, e espera que a decisão caia nas mãos do Supremo.

Anúncios

5 comentários sobre “Ministro do STF é contra prisão de Lula: “Incendiaria o país”

  1. 1) O que o ministro MarMello deixou nas entrelinhas é que as autoridades policiais (militar e civil) e as Forças Armadas não têm competência para garantir a segurança pública e a ordem, ou seja, os cidadãos pacíficos estão à mercê de terroristas urbanos (MTST) e agrários (MST) que querem “incendiar” o país para proteger o capeta barbudo.
    Isso é que é exemplo de autoridade do Poder Judiciário que deveria transmitir tranquilidade à população, ao invés de promover terrorismo verbal e incentivar a histeria coletiva.
    2) Por acaso o amedrontado ministro MarMello está dizendo que os bovinos lulistas que seguem o Lulão poderão cometer algum ato ilícito, com o propósito de impedir a prisão do Sapo Barbudo? Talvez um atentado terrorista?
    Greve de fome, auto-imolação, crucificação de líderes petistas e suicídio coletivo da seita estão fora de cogitação, é claro.
    Se tem informações a respeito de ações subversivas, o ministro MarMello tem a obrigação de divulgá-las à imprensa e à Polícia Federal, senão estará cometendo crime de prevaricação.
    E caso algum terrorista urbano do Guilherme Boulos ou agrário do Stédile seja detido, o ministro MarMello deve dar o exemplo e não conceder ao meliante o costumeiro habeas corpus marmellano.

    1. Mais desta vez volto a dar créditos aos elucidativos comentários do leitor Ricardo Kenji, me parece que o Ministro está dando a senha para, se for o caso, uma futura decisão em prol de Lula no STF. Sr. Ministro, os tempos estão mudando, creio que brevemente na Suprema Corte togados com o seu perfilo, do Dias Tófoli, do Lewandowisk e do Gilmar Mendes serão varridos como lixo para debaixo do tapete da história Judiciária do País, como Panem Hominem (Pessoa não grata).

  2. este juizeco de merda está com medo deste retirante vagabundo e sem vergonha de 9 dedos? está com medo da gentalha,favelados e traficantes que são seu sustentáculo/ para que existe .40? para que existe bom porrete? para que existe cadeia? esta cachorro vagabundo e sem vergonha de 9 dedos não está acima das leis de DEUS e dos homens, cana para este filho de puta.

Deixe uma resposta