Meirelles peita partidos e tenta acabar com corrupção na Caixa

O governo Temer vai viver uma queda de braço entre a corrupção e a moralidade com a coisa púbica. O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse que os próximos quatro vice-presidentes da Caixa Econômica Federal terão de cumprir requisitos técnicos para assumir os cargos e obter o aval de todo o conselho de administração do banco.

Quatro dos 12 vices do banco foram afastados após denúncia do Ministério Público Federal no que configurava um foco de corrupção do MDB. Pois bem, partidos da base de Temer, incluindo o próprio MDB, querem indicar os substitutos dos afastados ou até reconduzir os mesmos. Vamos ver se a faxina de Meirelles ganha essa queda de braço.

A informação é do portal Toda Bahia.

Anúncios

Deixe uma resposta