Anistia Internacional denuncia ditador Maduro pelo assassinato de Óscar Pérez

A ONG Anistia Internacional (AI) denunciou a execução ilegal do piloto rebelde Óscar Pérez na Venezuela por forças de segurança do governo do ditador Nicolás Maduro.

“Na operação, os funcionários utilizaram uma arma militar que não apenas está desenhada para matar, mas também deixa poucas probabilidades de sobrevivências. Além disso, o uso desta arma pôs em perigo a vida das pessoas ao redor”, diz a Anistia Internacional em nota.

Além disso, a ONG teria recebido denúncias de que os mortos na operação contra Pérez serão cremados sem a autorização dos familiares e sem as diligências de investigação pertinentes.

A informação é do blog Papo TV.

Anúncios

Deixe uma resposta