“Filantropo” brasileiro preso na Venezuela na verdade era um golpista

O tal Jonathan Diniz, que acreditava-se ser vítima de perseguição ideológica na ditadura venezuelana, na realidade é, aparentemente, um golpista de marca maior.

Diniz foi realmente preso pelo governo Maduro, mas não da forma como se imaginou. Embora o governo tenha, sim, agido de modo totalitário, Diniz foi libertado esta semana e uma história no mínimo estranha acabou vindo à tona.

O Movimento Brasil Livre, em sua página no Facebook, deu diversos detalhes a respeito:

O MBL agiu certo, assim como nós, do Jornalivre. Nosso lema é “jornalismo em prol da liberdade”, e agimos no sentido de denunciar alguém que parecia estar preso em condições preocupantes e sem qualquer tipo de motivo justificável. Ele, no entanto, agiu de má fé e tentou fazer fama às custas de uma situação séria, usando para isso até mesmo o ato de correr um risco de vida diante de uma ditadura sanguinária.

O Jornalivre vem a público esclarecer o caso para que não reste dúvida: lutamos por liberdade, mas também pela honestidade. O caso de Diniz é para psiquiatras especializados.

Anúncios

2 comentários sobre ““Filantropo” brasileiro preso na Venezuela na verdade era um golpista

  1. O bem, na verdade, deve ter como fim ele mesmo e não o recipiente. Lutamos por algo que achamos ser o certo e o fizemos bem… Fico feliz que ele esteja livre e a verdade tenha vindo à tona. Imagine se continuassemos na ignorância e ele se fizesse de mártir? Qtos idolos não foram criados assim, na mentira? Foi uma lição válida para todos nós…

Deixe uma resposta