Aliados de Huck já expõem as brechas para viabilizar sua candidatura

Após gerar especulações ao aparecer com um discurso de candidato a presidente no “Domingão do Faustão” desta semana, o apresentador da Rede Globo Luciano Huck disse a pessoas próximas que continua fora da disputa pelo Planalto -exceto talvez em uma situação.

Esses aliados avaliam que Huck pode mudar de ideia se houver uma combinação na qual o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) esteja impedido de forma definitiva de concorrer e o governador Geraldo Alckmin (PSDB) patine na casa dos 10% de intenções de votos.

O prazo: abril, quando Huck precisa se filiar a algum partido para poder concorrer no pleito de outubro.

No caso do petista, a questão central é o eleitorado. As pesquisas à disposição de Huck mostram que ele teria grande potencial de crescimento na faixa hoje dominada pelo ex-presidente: mais pobres, menos escolarizados, nordestinos e nortistas.

A dificuldade reside na incerteza jurídica. Se Lula tiver a condenação por corrupção confirmada por unanimidade no dia 24, o caminho para recursos judiciais a fim de manter sua candidatura se estreita -embora mesmo aí haja a certeza de que o PT deverá buscar protelar ao máximo a empreitada do líder.

A informação é da Folha de São Paulo.

Anúncios

Deixe uma resposta