Janot é intimado pela PF a prestar esclarecimentos sobre acordo de impunidade da JBS

O ex-Procurador Geral da República, Rodrigo Janot, foi intimado pela Polícia Federal para esclarecer os detalhes e fatos sobre a delação da JBS, também conhecida como “acordo de impunidade”, que pretendia garantir total imunidade jurídica para os irmãos Batista, que eram criminosos confessos. A solicitação foi que o depoimento ocorresse no dia 12 de janeiro, às 15h, na sede da Polícia Federal, em Brasília.

Janot, entretanto, usou a prerrogativa de ser membro do Ministério Público Federal para negar a oitiva, pedindo seu adiamento, pois alega que como membro do MPF pode escolher a data, a hora e o local que lhe for mais conveniente para depor. Ele disse também que não foi informado sobre em que condição, se a de testemunha ou a de investigado, ele será ouvido.

Curiosamente, Janot também alegou ter uma viagem programada para a Colômbia entre os dias 17 de janeiro e 8 de fevereiro.

Anúncios

3 comentários sobre “Janot é intimado pela PF a prestar esclarecimentos sobre acordo de impunidade da JBS

  1. Tenho provas que esse meliante do JANOT é protetor de assassinos ladrões e corruptos. Mãe idosa incapaz morreu sem assistência jurídica e com indícios de crime HEDIONDO sem o investigação devido ao seu arquivamentos e indeferimentos de legítimas denuncias

Deixe uma resposta