Assim é fácil: diretor afastado do Postalis paga os próprios salários por período não trabalhado

Por apenas sete dias de volta ao cargo, o diretor afastado do Postalis, o fundo de pensão dos Correios, Christian Schneider, aproveitou para garantir seu peixe.

Ele foi afastado em outubro do ano passado pela intervenção da Previc, mas conseguiu na Justiça uma liminar que permitiu seu retorno em 20 de dezembro.Aproveitando a oportunidade, como primeiro ato Schneider determinou o pagamento dos seu salários de outubro a dezembro, período no qual não recebeu por ter sido afastado.

Apenas sete dias depois, em 27 de dezembro, ele foi afastado novamente, também por meio de uma liminar, que restituiu a intervenção. O Postalis tenta, agora, reaver os valores pagos juridicamente.

A informação é do portal Sul Connection.

Anúncios

Deixe uma resposta