Raquel Dodge vai ao STF contra indulto de Natal de Temer

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, ajuizou nesta quarta-feira (27) uma ação direta de inconstitucionalidade no Supremo Tribunal Federal (STF) para contestar o decreto de indulto de Natal e comutação de penas a condenados de todo o país assinado pelo presidente Michel Temer.

Para ela, a medida coloca em risco a Operação Lava Jato, “materializa o comportamento de que o crime compensa” e será “causa única e precípua de impunidade de crimes graves”.

A informação é da Veja.

Anúncios

Um comentário sobre “Raquel Dodge vai ao STF contra indulto de Natal de Temer

  1. 1) Presidentes anteriores deram indultos a condenados, portanto o perdão não é uma atitude inventada pelo presidente Michel Temer.
    Dona Dilma deu indulto que livrou a cara do José Genoíno. Não consta que na época algum procurador federal tenha ido chorar suas mágoas na imprensa e tenha dito que “o crime compensa”.
    O Barrosão (STF) já perdoou o José Dirceu e acaba de perdoar o cara da Pizza (Pizzolato), cuja repatriação foi demorada e cara.
    Algum procurador falou algo a respeito da soltura dos petistas corruptos?
    2) Cadê a coragem dos procuradores federais, mostrados como intocáveis super-heróis e inquisidores fanáticos que perseguem qualquer um que considerem culpado?
    Precisam toda hora reclamar medrosamente que a Operação Lava Jato está “em risco”?
    Então que reúnam os moralistas zumbis curtidores e seguidores do Facebook, façam manifestação na Avenida Paulista e parem de manipular a população.

Deixe uma resposta