Bolsonaro tinha 50 anos e já era deputado há mais de uma década quando ainda apoiava comunistas

Ontem diversos sites de direita, inclusive o Sul Connection, divulgaram a informação de que em 1999 o deputado Jair Bolsonaro, tido por muitos como o “caçador de comunistas”, havia apoiado Hugo Chávez e dito que ele era a esperança para a América Latina. Pior do que isso, ele disse com todas as letras o exército tem muito a ver com o comunismo.

Porém, este não foi um caso isolado. Bolsonaro apoiou abertamente os comunistas entre 1990 e 2005. Seus votos no Congresso, na época, respondiam aos interesses de partidos como PT e PCdoB. Ele, na época, era amigo de Vanessa Grazziotin e Jandira Feghali, a quem chamava de “nobres deputadas” (na ocasião, Vanessa era deputada e não senadora). Pior do que isso, em um discurso feito na Câmara em 2002, o deputado também afirmou ter apoiado a campanha de Ciro Gomes no primeiro turno e a de Lula no segundo, naquele mesmo ano. Além disso, também disse que era favorável a colocar Aldo Rebelo (PCdoB) e José Genoíno (PT) no Ministério da Defesa.

Jair Bolsonaro só começou a se afastar do petismo depois do escândalo do Mensalão, em 2005, quando já tinha 50 anos de idade e já estava no quarto mandato. Na época em que apoiou Hugo Chávez, ele tinha 44 anos, e é bom lembrar que Chávez era comunista assumido, o mundo inteiro já sabia disso na época.

Dito tudo isso, é inválido o argumento que tem sido usado por seus defensores, que dizem que ele era novo na época e que ninguém sabia direito o que era o petismo ou mesmo o chavizmo. Aliás, é pura besteira achar que um ex-capitão da reserva do Exército não soubesse disso. Bolsonaro sempre teve proximidade com o alto comando e inclusive conheceu pessoas que lutaram contra o comunismo no Regime Militar. Isso claramente pesa contra ele.

A justificativa é frágil e não dura nem um minuto diante de uma análise séria. Bolsonaro agiu por interesse e defendeu o comunismo porque era isso o que ele queria para o país, fato que tenta esconder de sua biografia.

A informação é do portal Sul Connection.

Anúncios

8 comentários sobre “Bolsonaro tinha 50 anos e já era deputado há mais de uma década quando ainda apoiava comunistas

  1. Que BOSTA de Jornalismo e esse , que en um momento opina descrevendo todas as imundícies realizadas pela Quadrilha do PT comandada pelo chefe LULA , e agora vem querer ridicularizar o Deputado BOLSONARO , tido como o mais limpo do Congresso , e líder nas pesquisas para ser o Presidente da Nação.
    Oque está acontecendo com esse Jornalismo do JORNALIVRE.COM…!!!!
    Vocês nunca respondem a ninguém , porque ! Não tem argumentos ?

  2. Então ninguém tem o direito de mudar de ideias ?
    O que dizer das pessoas que continuam apoiando o comunismo ?
    Eu mudei de lado. Fui um apoiador de Lula por tempo, mas depois da corrupção também mudei de lado. Isso faz de mim um corrupto ?
    Ignorante é aquele que persiste no erro.
    Me vi representado pelo Jair Bolsonaro quando

  3. Basta analisar como funciona a hierarquia no Regime Militar.
    Os soldados rasos trabalham como escravos, recebem uma miséria e não lhes é permitido questionar quaisquer tipo de ordem.
    Os generais não trabalham, recebem os melhores salários e tudo que sabem fazer é dar ordens inquestionáveis.
    Sem contar, por exemplo, a questão da alimentação: enquanto os generais são os primeiros a comer e comem do bom e do melhor, os soldados são os últimos e comem até comida pra cachorro.
    Alguma semelhança com o Comunismo?

  4. Mais uma observação:

    Não tenho partido, ideologia política, religião etc. Não acredito em políticos, em governos, em líderes etc. Não necessito de ninguém para regular minha vida, me controlar ou ditar o que é certo ou errado.
    Esse imenso “Território Sem Leis”, onde criminosos disfarçados de políticos fazem o que bem entendem e os jumentos obedecem sem questionar se é certo ou errado (basta tomar como exemplo uma lei de “desarmamento” cagada por um criminoso e obedecida até hoje!!!!), continuará, com toda certeza, sendo comandado por criminosos, pois a jumentada está mais do que acostumada a obedecer e obedecer. Esta é a realidade.

  5. Bem…

    O ponto é que desde a década de 30 do século anterior o Brasil é um país socialista. Ao longo das décadas o governo foi aumentando seu controle socialista e transformando a sociedade.

    Se olharmos também o regime militar (que ao meu ver foi necessário para impedir a radicalização e a ditadura de esquerda) foi muito mais um regime de esquerda do que um regime liberal/democrata/conservador.

    A cabeça da maioria dos brasileiros anda bem distorcida. Precisamos nos reencontrar, pois vejo que somos, ainda bem, conservadores. Só não percebemos e/ou estamos “hipnotizados” e com medo sde sair do armário.

    Quanto a Bolsonaro… Com o que está hoje à disposição voto nele.

    Espero que ele se prepare e escolha servidores pela competência e comece a desmantelar o socialismo nefasto que nos assola.

  6. Jornalivre, MBL e a esquerdalha juntos para desconstruir Jair Bolsonaro!

    Ele certamente deu-se conta, após o Mensalão, de que havia uma organização criminosa no comando do Brasil. E isso a grande maioria não viu, tanto que o ladrão foi reeleito logo depois e o poste apagado que ele apadrinhou, dilmanta roussef, eleita e reeleita.

    Ainda bem que Jair Bolsonaro enxergou quem é lula; o pt e a esquerdalha nacional – todos só querem se locupletar e dominar o país sem data para sair. Muito bem vinda a oposição de Bolsonaro num congresso absolutamente de joelhos, incluindo PSDB que sempre fez “oposicinha”!

    Muito bom também que tenha mudado de opinião e humildade para assumir que estava errado antes – errar faz parte da vida, assim como mudar de opinião também. Mas reconhecer erros e mudar a rota, são poucos os que o fazem.

    Eu mesma já fui comunista aos 20 anos e hoje sou conservadora e de direita com absoluta convicção de que estou do lado certo.

    Voto em Bolsonaro e aviso: é melhor JAIR se acostumando …

Deixe uma resposta