Após programa de demissões, funcionários da CUT ameaçam greve. Vão dizer que “é golpe” também…

Informa a Folha de São Paulo:

Funcionários da CUT (Central Única dos Trabalhadores) ameaçaram entrar em greve nesta semana, depois que a entidade iniciou na terça-feira (14) um Programa de Demissão Incentivada (PDI) para enxugar em quase 60% sua folha de pagamento. A entidade, com 178 empregados, se diz asfixiada pelo governo Michel Temer, que, com a reforma trabalhista, acabou com a obrigatoriedade do imposto sindical. O tributo, que equivale a um dia de trabalho, é um dos principais recursos das centrais. Embora a cúpula da entidade afirme ter consultada seus trabalhadores sobre os critérios de exoneração, os funcionários chegaram a anunciar a deflagração de uma greve. O presidente da central, Vagner Freitas, diz desconhecer o movimento. Queixando-se de perseguição política, Freitas informa ainda que o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares aderiu voluntariamente ao programa, abrindo mão de um salário de R$ 15 mil.

Note que Vagner Freitas se diz “vítima de perseguição política”, mas ele é o mesmo sujeito que há pouco mais de um ano afirmou, na frente das câmeras, que se Dilma sofresse o impeachment ou se Lula fosse preso ele e seus capangas pegariam em armas contra o povo brasileiro.

Sobre a greve, existe aí uma forte ironia do destino. Quem diria que os profissionais em fazer piquete provariam tão rapidamente de seu próprio veneno?

Anúncios

3 comentários sobre “Após programa de demissões, funcionários da CUT ameaçam greve. Vão dizer que “é golpe” também…

  1. Ahahahahhh ! E só rindo mesmo destes esquerdopatas Ignorantes que sujam a imagem do Brasil 🇧🇷 . Gostei da afirmação de que vão provar do próprio veneno ☠️…..Imaginem uma passeata da CUT contra a CUT .. ahahah Desculpem , tem que rir 😂 mesmo destes ESTUPIDOS …!!!
    Ah ! Qualquer dia vamos ver uma invasão do MST nas fazendas de seus líderes PETISTA ..ahahahhh , tive que rir novamente …!!! Afffffffff

Deixe uma resposta