Designer propõe novo lema para a bandeira nacional e vira piada na web

Como se o país não tivesse problemas de verdade para resolver, o designer alemão naturalizado brasileiro Hans Donner apresentou nesta quinta (9) sugestão de mudança na bandeira brasileira. A ideia foi apresentada no Fórum do Amanhã, em Tiradentes, Minas Gerais. Donner acrescentou “amor” ao lema “ordem e progresso”, colocou um amarelo e verde “degradê” e inverteu a curva da faixa branca da bandeira, que passa a ser inclinada para cima.

Diferente da imagem de capa desta matéria, o trabalho dele foi bem simplório para um designer:

bandeira-do-brasil-atual-e-e-um-novo-modelo-desenhado-pelo-designer-hans-donner-1510271218902_615x300.png

De toda forma, o que realmente acabou chamando muita atenção foram as piadas feitas no Twitter. Montagens com frases zoando a ideia de Donner pipocaram nas redes sociais e aqui vamos colocar algumas:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

10 comentários sobre “Designer propõe novo lema para a bandeira nacional e vira piada na web

  1. Se for pra fazer meleca que ele o faça na sua casa, no banheiro, preferencialmente. Não na bandeira do meu país. É se quiser doar o órgão, que o faça longe de todos.

  2. Se não me engano.
    Nossa bandeira é de orientação positivista e teve como um dos mentores nada menos que Olavo Bilac, no original nossa bandeira teria os dizeres “Ordem, Progresso e Amor”
    O Gal Deodoro cortou a palavra amor e ficou apenas “Ordem e Progresso”
    Confirme quem souber desses detalhes…

  3. Desta vez discordo, até que ficou interessante.

    A citação fica completa e correta, é uma contração do lema: “Amor como princípio/motivação, Ordem como método, Progresso como objetivo”.

    O que precisa mudar é o paradigma do positivismo para o jusnaturalismo: a “ordem” tem que ser espontânea e não planejada centralmente.

  4. Mas a estrelinha do meio do cruzeiro tem q sair da esquerda e voltar a posição real. Voces ja leram os idiotices escritas pela esquerda para colocar a estrelinha à esquerda? Nos passaportes idem.

Deixe uma resposta