STF nega liminar e ex-deputado petista segue condenado por Moro

O ministro do Supremo Tribunal Federal Celso de Mello negou liminar do ex-deputado André Luiz Vargas Ilário para retirar de Curitiba a ação penal em que foi condenado a 4 anos e meio de prisão por lavagem de dinheiro.

Seus advogados afirmam na liminar que o fato investigado não estaria relacionado à Operação Lava-Jato e, por isso, não deveria ser julgada por Moro.

Vargas Ilário foi cassado na Câmara dos Deputados pelo envolvimento com o doleiro Alberto Youssef. Ele é acusado de ter recebido R$ 2,4 milhões em propina para, em troca, favorecer uma empresa de tecnologia.

A informação é da Veja.

Anúncios

Um comentário sobre “STF nega liminar e ex-deputado petista segue condenado por Moro

  1. O Brasil já não é um país democrático pois até a justiça já condena quem emite uma opinião após ser provocado num programa de TV, malicioso e que não se sustentou.
    Detalhe, o Deputado Federal Jair Bolsonaro é homem sério, de índole irreparável e tais acusações não são lógicas pois ele tem imunidade parlamentar é justamente pra emitir opiniões.
    É isso?
    Ou isso mudou?
    Ou é de acordo com os interesses políticos da época.
    Este homem já foi acusado de tudo. Quando vamos apurar detalhadamente, tudo não passa de uma, aí sim, perseguição política.
    Por isso cresce na opinião pública e será eleito apesar de todas as tentativas de denegrir sua imagem.
    Parabéns pra ele.
    Tem opinião.
    Não é covarde!

Deixe uma resposta