Doleiros do PMDB recorrem contra sentença de Moro

Os doleiros Jorge Luz e seu filho, Bruno, recorreram contra a condenação por lavagem de dinheiro e corrupção imposta por Sergio Moro.

Jorge foi condenado a 13 anos e oito meses de cadeia, enquanto Bruno pegou 6 anos de detenção.

Ambos foram considerados culpados por intermediar o pagamento de 35 milhões de dólares em propina a políticos do PMDB  funcionários da Petrobras entre 2006 e 2008.

A informação é da Veja.

Anúncios

Deixe uma resposta