Leitora da Carta Capital faz pergunta maliciosa a Kim Kataguiri e recebe resposta devastadora

Uma leitora da Carta Capital foi a uma palestra do MBL em São José do Rio Preto neste fim de semana e perguntou a Kim Kataguiri, um dos membros mais conhecidos do grupo, sobre o financiamento privado que o movimento recebe dos Irmãos Koch.

Kim, por sua vez, deu a ela uma resposta devastadora:

Anúncios

5 comentários sobre “Leitora da Carta Capital faz pergunta maliciosa a Kim Kataguiri e recebe resposta devastadora

  1. Só adolescente em fase de formação das capacidades cognitivas é que acredita no MBL.
    Veja a platéia, repleta de inocentes úteis, levados para um auditório com objetivo serem doutrinados voluntariamente, por um movimento que vive de pseudagem e de uma luta contra uma suposta doutrinação marxista nas escolas.

    Quando essas pessoas entenderem melhor os interesses escusos por trás dessa retórica falaciosa, de perguntas planejadas, com respostas lacradoras prontas, elas sentirão-se enganadas, e nós da esquerda as receberemos de braços abertos. Obrigado Kim e CIA, por catalisar uma reação de esquerda que será grandiosa e inevitável, vocês estão escrevendo um capítulo importante da história do brasil, indicado com o exemplo, o que as pessoas não devem ser, ou quem elas não deve ouvir ou acreditar, afinal este processo está sendo didático. Aproveitem o tempo que ainda lhes resta e os fãs órfãos do Restart e do Luccas Neto. rsrs

    1. Realmente é triste, quando chega a um ponto onde fica difícil distinguir um troll de um fanático comunista não há dúvidas de que a esquerda no Brasil está desesperada. Após falirem o país nada mais resta além de teorias conspiracionistas e violência nas ruas, sem dinheiro pra mortadela o Partido dos sindicalistas reúne cada vez menos pessoas para defender ladrões que culpam cônjuges mortos por falcatruas milionárias. E você realmente acredita que os EUA estão envolvidos nisso? As refinarias brasileiras não são próprias para refinar grande parte do petróleo produzido pela Petrobras, é necessária a importação de estrangeiros para que se refine em território nacional, e para suprir esta necessidade vende-se o nacional(que é mais barato) ao invés de adaptar as refinarias.
      Falando em teoria da conspiração e petróleo, por favor me explique aquele caso da compra da refinaria de Pasadena onde o Albert Frére comprou 50% por 42,5 milhões de dólares americanos e no ano seguinte vendeu por 360 milhões pra a Petrobras, que por um contrato aprovado por Dilma Rousseff, era obrigada a comprar. Esse fato já é bem curioso sem mencionar que uma das empresas controladas pelo belga(Frére) que atua no Brasil, a Tractebel, fez doações milionárias para a campanha de Dilma em 2010. Eu acho que é coincidência, mas gostaria de saber a sua opinião.

  2. Kim Kataguiri é um rapaz com vocabulário extenso, o que lhe rendeu uma considerável evolução no processo de formação de frases, e consequentemente uma boa retórica, acompanhada de uma boa oratória, mas não passa disso, pois cognitivamente continua sendo o pirralho que não aguentou o tranco da Universidade Federal do ABC, e pediu para sair, e ainda o fez acusando os professores de doutrinação, quando na realidade, ele é que se tornou o grande doutrinador, por puro ódio e orgulho em admitir que a empresa do PAI dele faliu por inconpetência, uma vez que não aguentou o tranco do livre mercado, e agora o filho japa, veste a armadura de vingador e sai na captura de um culpado para o fracasso familiar, que aliás ficou evidente quando o PAI dele estava internado em como e ele por ai lançando livro, como se nada mais importasse além da fama e do dinheiro.

    Já dizia o sábio: “Falar até papagaio fala, se for de pirata então…”

Deixe uma resposta