Desemprego fica em 12,4% no trimestre encerrado em setembro

A taxa de desemprego apurada pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) encerrou o período de julho a setembro de 2017 em 12,4%, segundo o Instituto Nacional de Geografia e Estatística (IBGE). Trata-se de um recuo de 0,6 ponto porcentual em relação ao trimestre de abril a junho (13,0%) e da menor taxa desde o quarto trimestre de 2016, quando estava em 12,0%.

O País ganhou 1,061 milhão de postos de trabalho em um trimestre, ao mesmo tempo em que 524 mil pessoas deixaram o contingente de desempregados. Apesar da melhora recente, ainda havia 12,961 milhões de pessoas em busca de emprego no terceiro trimestre, segundo o IBGE.

O mercado de trabalho brasileiro perdeu 810 mil vagas com carteira assinada no período de um ano, e o total de postos de trabalho formais no setor privado encolheu 2,4% no terceiro trimestre em relação ao mesmo período do ano anterior. Já o emprego sem carteira no setor privado teve aumento de 6,2%, com 641 mil empregados a mais.

A informação é do Estadão.

Anúncios

Deixe uma resposta