Feliciano vai pedir cassação de Jean Wyllys por apologia às drogas e quebra de decoro

De acordo com o site Gospel Prime, Marco Feliciano usou trechos de uma entrevista recente de Wyllys para aventar a possibilidade de que o parlamentar carioca tenha cometido “crime de apologia às drogas e perversão sexual”, bem como a aparente “quebra de decoro parlamentar”.

Durante entrevista à jornalista Leda Nagle, no Youtube, Jean é questionado sobre o que faria se o mundo tivesse data para acabar. A resposta, dada entre gargalhadas, é que ele consumiria todas as drogas ilícitas que nunca experimentou e teria relações sexuais com todas as pessoas que o desejassem.

Indignado, Feliciano disse que irá fazer uma representação contra o parlamentar carioca, levando a questão também ao Supremo Tribunal Federal e a Procuradoria Geral da República. “O deputado Jean Wyllys usa a imprensa e todas as mídias sociais para fazer apologia às drogas, um fato gravíssimo”, disparou o deputado cristão.

Ele lembrou que o psolista apresenta “projetos que vão contra qualquer princípio de família e cidadania”. Passou em seguida a listar quais seriam esses projetos. O 4211, apresentado por Wyllys em 2012, propõe a legalização da prostituição. Já o PL 7270/2014 versa sobre a legalização das drogas e de sua comercialização.

Na opinião de Feliciano, esses e os outros projetos de Wyllys “só acrescentam algo a mentes vazias” e que as pessoas que o deputado diz representar [LGBT] “não são minorias nem coitadinhos”. Veja o vídeo:

Finalizou dizendo que Jean Wylly e seu partido, o PSOL, “que apoiam a descriminalização das drogas, o aborto… querem destruir tudo aquilo que nós, sociedade conservadora, construímos até hoje, mas nós não vamos deixar”.

Anúncios

3 comentários sobre “Feliciano vai pedir cassação de Jean Wyllys por apologia às drogas e quebra de decoro

  1. Votarei no Feliciano, caso seu intento se efetive e consiga cassar o mandato do Jan. Afinal de contas, toda a mídia mainstream e os seguidores da seita lulopetista idolatram esse “ex-BBB”, tornando-o um quase intocável por conta de sua eterna estratégia de vitimização por ser “minoria”.

    Saudações!

  2. Pedro, não fale pelo geral. Eu voto Lula, mas não apoio em nada esse tal BBB e também penso que não é a esquerda responsável pelas barbaridades que vemos, mas sim, alguns da esquerda e alguns de direita. Mas a pergunta que fica é: quem desejaria fazer sexo com esta ameba?

Deixe uma resposta