Augusto Nunes: Mendes “confessa” que mentiu quando justificou soltura de Zé Dirceu

Em 02 de maio, por 3 votos a 2, a Segunda Turma do STF livrou da prisão provisória José Dirceu, preso desde 2015. Nesta sessão, os ministros Edson Fachin e Celso de Mello votaram pela manutenção da prisão. De novo, o voto de minerva coube a Gilmar Mendes e ele aprovou habeas corpus ao petista.

Veja o comentário de Augusto Nunes:

Anúncios

4 comentários sobre “Augusto Nunes: Mendes “confessa” que mentiu quando justificou soltura de Zé Dirceu

  1. Sr. Gualter Silva, creio ser mais um dos que sofrem de esquerdopatia, doença que acomete todos os que defendem a impunidade dos petistas chamados de guerreiros. Procure se informar dos assuntos antes de tecer qualquer juízo negativo relativo a fatos que possuem registros, bem como questionar a idoneidade daqueles que realizam comentários baseados naquilo que está documentado.

    1. Paulo,
      excelente e muito educada resposta!
      No entanto, vou ter que ser desagradável.
      Responder a esquerdopata é o mesmo que falar com pedra.
      Os cars não raciocinam.
      São CRENTES-FANÁTICOS!
      Extremistas sem noção.
      Viste esse vídeo?

Deixe uma resposta