Battisti quer “dar uma olhada” em pedido da Itália por sua extradição

O italiano Cesare Battisti, condenado em seu País à prisão perpétua por terrorismo, pediu ao Supremo Tribunal Federal, nesta quarta-feira, 25, acesso a documento do governo da Itália que pede reconsideração da decisão de não extraditá-lo. O documento foi citado pela Advocacia-Geral da União, em parecer ao Supremo.

A AGU indicou à Corte uma nota da Subchefia para Assuntos Jurídicos da Casa Civil (Nota SAJ nº 151/2017) que menciona a existência de um pedido de reconsideração formulado por Roma.

No documento protocolado pela AGU, é citado ‘pedido de reconsideração da decisão de não efetivar a entrega do extraditando conforme extradição autorizada pelo Supremo Tribunal Federal, protocolado pelo Estado Italiano no Ministério da Justiça e Segurança Pública em 22 de maio de 2017’.

No entanto, a defesa de Battisti alega que ‘apesar de citar expressamente o pedido de reconsideração formulado pela Itália’, ‘não houve a apresentação deste documento nos autos’.

As informações são do Estadão.

Anúncios

Deixe uma resposta