Após ser ameaçado, Marcelo Bretas manda Sérgio Cabral para presídio Federal

Marcelo Bretas, da Lava Jato do Rio, aceitou na tarde desta segunda-feira, 23, pedido do Ministério Público Federal (MPF) para que o ex-governador Sérgio Cabral (PMDB) seja transferido para um presídio federal.

A argumentação sobre o pedido foi de que Cabral teve acesso a informações privilegiadas.

A decisão foi tomada após audiência recheada de tensão e bate boca. Bretas chegou a suspender a sessão por cinco minutos, depois que o ex-governador o acusou de procurar projeção pessoal.

O magistrado também se irritou quando Cabral, ao dizer que comprou joias com dinheiro de caixa dois, mencionou que a família de Bretas trabalhava com a venda de bijouterias.

“- Isso pode ser subentendido como ameaça. E a lei veda que o próprio acusado crie uma suspeição que não venha de orientação técnica”, disse o juiz para o advogado de defesa de Cabral.

“- Isso vem de pessoa que está obviamente chateada por questões que lhe são contrárias”, completou Bretas.

O presídio para onde o peemedebista será enviado ainda não foi escolhido.

As informações são do blog Papo TV.

Anúncios

Deixe uma resposta