Banco do Brasil irá emprestar R$ 600 milhões para obras rodoviárias na África

O Ministro das Relações Exteriores do Brasil, Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP), anunciou no último sábado (14), por meio de sua página oficial no Facebook, que o “Banco do Brasil decidiu abrir crédito de US$ 188 milhões para apoiar projetos de construção rodoviária no Benin”. O valor destinado ao país no oeste da África corresponde a cerca de R$ 600 milhões.

Ainda de acordo com a mensagem oficial do chanceler brasileiro, se trata da “mais nova parceria brasileira com o governo beninense: desde 2012, o Brasil atua na gestão portuária do país”.

O Banco do Brasil é uma empresa de economia mista cujo controle majoritário é do governo federal – 53,9% das ações ordinárias – enquanto 43,2% das ações estão no mercado acionário (metade em capital nacional e metade em capital privado) e 2,81% estão na tesouraria do próprio banco.

As informações são do Instituto Liberal de São Paulo.

Anúncios

6 comentários sobre “Banco do Brasil irá emprestar R$ 600 milhões para obras rodoviárias na África

  1. Não dá pra entender Sr.Aloisio Nunes! Por que é mais importante ajudar a África do que investir na saúde de seu próprio pais? É desse modo que os brasileiros ficam cada dia mais revoltados com a política desse governo!

  2. Eu só queria saber quais as taxas de retorno praticadas. Sim, saber se é mais rentável aplicar la fora do que aqui. Normalmente o brasileiro paga juros altissimos para a instituição fazer bonito la fora. O velho ditado: cumprimentar com chapeu alheio.

Deixe uma resposta