Sindicato dos Jornalistas exige que Folha recontrate “jornalista” demitido após caluniar Danilo Gentili e mentir em matéria sobre seu filme

O blog petista Brasil 247 informa:

O Sindicato dos Jornalistas de São Paulo (SJSP) e a Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) “repudiam veementemente a perseguição contra o jornalista Diego Bargas, por incitação do humorista Danilo Gentili, e, em seguida, a sua demissão do jornal Folha de S.Paulo” e “defendem liberdade de imprensa”; o sindicato tem cobrado o jornal para que o repórter seja recontratado imediatamente; ao que tudo indica, Bargas foi demitido por crime de opinião, uma vez que o veículo tentou justificar que sua saída se devia ao seu posicionamento político-partidário nas redes sociais.

Primeiro é importante lembrar a verdadeira ordem dos fatos. O “jornalista” Diego Bargas não foi demitido por ser “perseguido” pelo Danilo Gentili. Aliás, se o humorista tivesse poder sobre a Folha de São Paulo é certo que o jornal não gastaria tantas páginas o atacando como tem feito há anos. O que verdadeiramente ocorreu é que Bargas foi pego na própria mentira e, após publicar uma matéria porca e totalmente falsa, foi desmascarado por Gentili que se limitou a divulgar um vídeo com a entrevista na íntegra.

Quanto ao Brasil 247, fica a pergunta: Por que não contratam o Bargas? Afinal, se ele é um bom jornalista e se foi mesmo tão injustiçado, o blog petista deveria demonstrar mais compaixão.

Anúncios

4 comentários sobre “Sindicato dos Jornalistas exige que Folha recontrate “jornalista” demitido após caluniar Danilo Gentili e mentir em matéria sobre seu filme

  1. Canalhas hipócritas, esses sindicalistas! Onde estavam os sindicatos de jornalistas quando a JORNALISTA Rachel Scheherazade foi CENSURADA e inclusive solicitada a sua demissão pelos censores esquerdistas?

    Do lado dos censores da extrema-esquerda, claro.

    1. vamos por partes? eu sei que bots da alt-right adoram distorcer os fatos. Raquel Sherazade fez apologia ao linchamento público e isso é crime. Danili Gentili fez apologia ã pedofilia em seu filme, então é estranho os bots da alt-right defender o “direito de liberdade de expressão” dele, sobretudo pela postura que tiveram diante do Queermuseu e da performance do MAM. ou a postura só vale quando é conveniente, ou são hipócritas.

  2. O sindicato não decepciona. Cúmplice do caos instalado no Brasil. Defender o pseudo jornalista que fez uma panfletagem esquerdopata no lugar da entrevista. Só faltou está vestindo uma camisa do PT com fotos de Lula e Dilma!

Deixe uma resposta