Família ligada a Cabral é presa por desvio de merenda escolar

Cinco membros da família do empresário Marco Antônio de Luca foram presos no último dia 6 de outubro como resultado da Operação Inópia, desdobramento da Lava-Jato que investiga desvio de dinheiro destinado à merenda escolar no estado do Rio.

Entre os detidos estavam Francisco Mantuano de Luca, pai de Marco Antônio, José Mantuano de Luca Filho, Carmelo de Luca Neto, Ercolino Jorge de Luca e Francisco Paulo de Luca Raymundo.

O pedido foi expedido pelo juiz federal Alexandre Libonati de Abreu e a família toda ficou detida no presídio de Benfica por cinco dias.

Segundo o Ministério Público Federal, o clã “de Luca”, mancomunado com a empresa Home Bread,  usava de  “prática de variadas formas de fraude nas licitações e nas dispensas destas, obtendo vantagem própria, no município de Duque de Caxias, onde foi fornecedor
exclusivo de alimentos para merenda escolar desde 2011”.

Sócio das empresas Masan e Milano, Marco Antônio de Luca está detido desde o dia 1º de junho. Ele é acusado de  corrupção passiva, organização criminosa e lavagem de dinheiro, no âmbito da Operação Ratatouille.

Marco Antônio tornou-se um dos maiores fornecedores do governo estadual do Rio durante a administração de Sérgio Cabral.

A informação é do Radar On-Line.

Anúncios

Deixe uma resposta