“Jornalista” da Folha não foi demitido por atacar Danilo Gentili, mas por ser incompetente

O “jornalista” Diego Bargas, da Folha, foi demitido no final da semana passada após Danilo Gentili ter publicado um vídeo no qual o desmascarou por completo.

Bargas entrevistou Danilo a respeito do filme, dirigido pelo humorista, chamado “Como se tornar o pior aluno da escola”. O ativista travestido de jornalista em seguida publicou a matéria sobre a entrevista, cujo título foi não mais do que tendencioso, acusado Danilo de fazer chacota do “bullying” escolar e da pedofilia, numa clara tentativa de constranger o humorista.

Gentili, no entanto, tinha uma carta na manga: um vídeo completo da entrevista, sem cortes ou edições, mostrando como tudo realmente aconteceu. Em sua conta no Youtube o humorista publicou o vídeo sem nenhuma edição para que os seguidores tivessem a verdadeira dimensão dos fatos, e aí a verdade veio à tona. Confira:

Diego Bargas tem posicionamento claro. Ele chegou na entrevista preparado para criar uma narrativa e tentou pescar com Danilo e Fabrício Bittar – co-diretor do longa – alguma declaração polêmica ou algo que pudesse usar para sustentar sua matéria. Ao publicar o texto, Bargas faltou claramente com a verdade ao insinuar que os produtores do filme tivessem a intenção de fazer chacota com a pedofilia e o bullying.

Depois da péssima repercussão, a Folha demitiu o jornalista, alegando que o motivo da demissão foi o fato de Bargas expressar sua visão política nas redes sociais, o que comprometeria a isenção de seu trabalho e que também violaria um dos princípios da Folha. Obviamente a Folha não tem nenhum princípio neste sentido, uma vez que diversos redatores, editores e jornalistas do site têm posicionamentos políticos claros. O que realmente aconteceu é que Bargas foi demitido por ser incompetente ao manipular os fatos e os leitores.

A Folha pode até ser um jornal de quinta categoria repleto de esquerdistas, mas não é um jornal amador. Bargas comprometeu o projeto político da Folha ao ser totalmente incapaz de exercer sua função, que não é a de jornalismo, mas de militância.

Anúncios

7 comentários sobre ““Jornalista” da Folha não foi demitido por atacar Danilo Gentili, mas por ser incompetente

  1. Roger, eu sei que você defende Danilo Gentili só porque ele é seu amiguinho, da sua patota, mas não pega bem omitir que o “humorista” faz apologia ao bullying e à pedofilia. e a Folha demitiu o jornalista exatamente porque Danilo Gentili representa o sistema, a direita, o conservadorismo capenga, o reacionarismo e o fascismo.

    1. betoquintas
      Vc é o tipo de pessoa que realmente é mal caráter fica falando bobeira, sabe procura ver a verdade é para de militância lula na cadeia. vc gosta de criancinhas
      e animais para seu prazer.

    2. Você tem todo o direito – por enquanto – de comentar todas as matérias, mas nada muda o fato de que você só escreve bobagens e não é bem vindo aqui.

      1. sr redator e Pablo Escobar, não basta acusar-me de falar bobagem. vocês precisam dar base e argumento para a acusação. há no filme do Danilo uma cena e uma fala que pode ser, pelos padrões do MBL, ser considerado apologia à pedofilia e todo o filme é uma apologia ao bullying. então vocês tem o dever de apresentar como e porquê eu “falo bobagem”.

Deixe uma resposta