Ministério da Cultura reprova contas do Zé do cuspe por ausência de notas fiscais comprobatórias

A Folha informou:

O Ministério da Cultura (MinC) afirma que a reprovação da prestação de contas de uma turnê de teatro do ator José de Abreu se deveu à ausência de notas fiscais que, em valores atualizados, totalizam R$ 127 mil. Eles deverão ser restituídos ao Fundo Nacional de Cultura. O total captado foi de R$ 299 mil. As contas já haviam sido reprovadas e em seguida aprovadas. O MinC afirma que a primeira medida se deveu a um “erro na entrega de documentação”. Após recurso, a prestação foi considerada correta, depois de “análise simplificada”, procedimento adotado para projetos com valor abaixo de R$ 350 mil. Por fim, a partir de um requerimento do deputado Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ), a falta das notas fiscais foi constatada.

Ou seja, o Zé do cuspe tentou fraudar o MinC e, graças ao deputado Sóstenes Cavalcante, ele se deu mal com isso.

Anúncios

3 comentários sobre “Ministério da Cultura reprova contas do Zé do cuspe por ausência de notas fiscais comprobatórias

Deixe uma resposta