Artistas milionários que defendem o crime passam a usar cada vez mais carros blindados com medo de violência no Rio

A violência no Rio de Janeiro tem assustado muitos famosos. Ao transitar na cidade não é raro vê-los a bordo de carrões blindados. Até mesmo porque eles marcam suas fotos com os automóveis alugados e o nome das empresas de blindagem. De acordo com Elana Viana, diretora da Blindaquo, que está há 11 anos no mercado, está faltando frota para atender tantos pedidos.

“Durante o Rock in Rio, por exemplo, ficamos sem veículo para locação tamanha demanda”, conta ela. Foi durante o festival que a cidade se viu partida pela guerra de facções na Rocinha, que corta a Zona Sul e a Zona Oeste do Rio. Simone e Simaria, Carolina Dieckmann, a ex-BBB Adriana Sant’Anna, Preta Gil, Pabllo Vittar, o jogador Leo Moura, Ceará e Mirella Santos com a filha Valentina…

Todos eles têm andado de blindado. No caso dos carros que usam, a blindagem os protege de tiros de calibres 38 e 40. Mas não existe ainda em grande profusão uma frota de carros que passariam batido por um tiro de fuzil, uma das armas preferidas e utilizadas pelos criminosos no Rio.

“De cada dez cotações, duas são para blindados contra fuzil”, conta Elana, que já está pensando em formar uma frota com esse tipo de proteção: “Só carros muito potentes podem ter uma blindagem dessa, que pesa muito um carro normal”.

As informações são do Extra.

 

Anúncios

Um comentário sobre “Artistas milionários que defendem o crime passam a usar cada vez mais carros blindados com medo de violência no Rio

Deixe uma resposta