“Especialista” entrevistada pelo Fantástico é militante esquerdista nas redes sociais e professora de feminismo na UFBA

Maria Kibik foi uma das “especialistas” entrevistadas pelo Fantástico, no programa que foi ao ar no último domingo, 8, em relação aos casos das exposições Queermuseu e La Bête, ambas com incitação à pedofilia.

Em uma rápida pesquisa no Twitter, internautas acharam seu perfil e diversos posts defendendo bandeiras de extrema esquerda. Maria também é professora de feminismo na Universidade Federal da Bahia – sim, tem disso lá. Vamos a alguns prints:

Para a ativista, o impeachment foi um golpe misógino contra Dilma.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Maria também defende Nicolás Maduro.

ScreenShot_20171009154850

A feminista tem uma evidente tendência esquerdista em todas as postagens. Quando não está atacando o MBL ou qualquer movimento liberal-conservador, ela está defendendo partidos e movimentos de extrema esquerda, inclusive apoio a Che Guevara, que não foi mais do que um assassino – inclusive homofóbico.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Aqui, por exemplo, a ativista “esqueceu” de dizer que Simone de Beauvoir, uma das maiores feministas da história, também trabalhou para os nazistas:

ScreenShot_20171009154547

Como se tudo siso não bastasse, a hipocrisia de sempre em fingir que a Globo é “de direita.”

ScreenShot_20171009154307

Claro que pouco tempo depois ela estava divulgando a matéria do Fantástico:

ScreenShot_20171009154300

Mais ainda, ela fez campanha aberta para Luciana Genro, Dilma e Ivan Valente.

Anúncios

4 comentários sobre ““Especialista” entrevistada pelo Fantástico é militante esquerdista nas redes sociais e professora de feminismo na UFBA

  1. O pior de tudo, é que não dá nem pra dizer ‘bem feito’ se o Brasil virar (mais) Socialista/Comunista. Porque pessoas como ela sairiam do país pra morar em algum capitalista.

Deixe uma resposta