Prefeito de Maringá, Ulisses Maia usa jornalistas com cargo comissionado para perseguir opositores

O prefeito de Maringá, Ulisses Maia (PDT – partido de Ciro Gomes que apoia a ditadura socialista de Nicolás Maduro), se elegeu com um discurso que não está sendo colocado em prática.

Em campanha, Ulisses criticou os cargos comissionados e se posicionou contra o 13° salário. Agora mudou de ideia. Apoiou o 13º salário e está usando jornalistas que receberam cargos de confiança para tentar assassinar a reputação do único vereador que resolveu denunciar a hipocrisia do prefeito, Homero Marchese (PV).

Na lista de sicários “jornalistas”, Gilmar Ferreira, Agnaldo Vieira e Paulo Vergueiro foram “agraciados” com salários que vão de R$ 4.550,00 até R$ 6.250,00 + benefícios. Apenas os 3 custam ao contribuinte em torno de R$ 200.000,00 ao ano. Sem contar outros jornalistas aliados que estão com parentes em cargos de confiança, informação que está sendo apurada pelo núcleo do MBL em Maringá.

15823023_398002633885074_8812711470230926648_n16299249_398002337218437_8429406006537859757_n16508340_398002467218424_1290988935920998431_n

Na página do movimento no Facebook, o MBL Maringá escreveu sobre isso:

O que nos chama atenção que os mesmos eram seus aliados durante o processo eleitoral e hoje ocupam cargos que não condizem com sua profissão, ou seja, sem critérios técnicos para ocupar tal cargo. Prefeito Ulisses, o senhor durante a campanha não prometeu que apenas pessoas com currículo no setor ocuparia de forma técnica esses cargos? Estamos de olho! O dinheiro público não será gasto com propaganda pessoal via jornalistas/blogueiros aliados.

Os sicários jornalistas perseguem todos aqueles que se colocam contra o “rei” da cidade, de forma antiética e desonesta manipulam as informações para que a população acredite que Homero Marchese está fazendo um trabalho ruim. Só que a verdade é bem diferente daquilo que sai da boca dos oportunistas contratados por Ulisses.

Homero foi o vereador mais votado da história de Maringá, com 6.573 votos. Sua principal proposta política era ser independente e fiscalizar o Executivo, trabalho que vem desempenhando desde então, e isto está incomodando bastante aqueles que não querem que a fiscalização exista.  

Marchese foi servidor concursado do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE/PR). Após cinco anos na instituição, pediu exoneração do cargo, que tinha salário de R$9.000,00, após atestar e denunciar ao Ministério Público diversas irregularidades do próprio Tribunal. Ao abrir mão de um cargo público muito desejado, um ótimo salário e estabilidade, fez com que a luta contra a corrupção saísse do discurso e virasse realidade.

Na semana passada, o vereador foi o único a ser contra o pagamento do 13 salário, fato que incomodou Ulisses, e muito. Tanto que passou a usar o Partido Verde para desgastar cada vez mais a imagem de Homero.

Ulisses Maia colocou toda a Executiva do PV na Prefeitura. Todos, então, viraram Cargos em Comissão. Passaram, obviamente, a apoiar Maia em sua empreitada de atrapalhar o trabalho de Homero.

Na quinta-feira, 05, Maia articulou um golpe contra os eleitores maringaenses que elegeram o vereador: na calada da noite de 04 de outubro, Homero Marchese foi informado de que seu próprio partido apresentou uma representação contra ele, e que foi votada as pressas na manhã de quinta-feira, 05, as 9h00, a abertura de comissão processante contra Homero, por “quebra de decoro parlamentar”.

A fundamentação jurídica da denúncia apresentada contra Homero se resume a um print de Whatsapp. Uma discussão informal entre Homero e outro membro do grupo do partido.

Sem título.png

Sem títulos.png

O vereador fez um vídeo em seu Facebook onde explicou o caso para seus eleitores, e mandou um recado para o prefeito e o vice: “Se pudesse voltar atrás, não teria apoiado!”

Os “jornalistas” em questão perseguem o vereador em seus blogs, programas de rádio, e pelas redes sociais. O mais sicário deles, Agnaldo, chegou até mesmo a apagar o vereador de uma foto no Photoshoop, algo que admitiu com orgulho em seu perfil pessoal:

87e5a3dc-ef8c-494f-bcdb-bcc55eb58c4f.jpg

Não tem muito o que se esperar de gente que anda nestas companhias:

12299325_10203917818224268_2499281982425158311_n.jpg

Em breve mais informações sobre o caso.

Anúncios

Deixe uma resposta