Em áudio, Ricardo Saud alega que Dirceu foi solto para que Palocci poupasse o STF em delação

Segunda a Veja, o executivo Ricardo Saud afirmou que Dias Toffoli, Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski teriam libertado o ex-ministro José Dirceu por uma razão bem específica. Para ele, os três ministros do Supremo tinham rabo preso com o petista e temiam uma delação de Palocci que os incriminasse.

“O Palocci não ia fazer delação? Você acha que ele não ia entregar o Judiciário, não? Quantos caras daquele que tá ali que o Palocci ajudou? Ele, José Eduardo, acolá? O que eles fizeram? Correram, soltaram o Zé Dirceu… Falou: ‘Fala nada pra ninguém não que nós vamos soltar vocês’. Ficou bom, ué. Ficou bom, mas bom mesmo”.

Para Saud, a soltura dos presos da Lava Jato era o resultado de um acordo entre Michel Temer, Lula e FHC. O primo de Aécio Neves concorda e prevê que, em breve, Antonio Palocci também seria solto, enterrando de uma vez por todas a Lava Jato:

“Aí ninguém oferece denúncia contra os que estão investigados, os inquéritos morrem tudo… Quem já tinha que comer cadeia já comeu.”

Anúncios

Um comentário sobre “Em áudio, Ricardo Saud alega que Dirceu foi solto para que Palocci poupasse o STF em delação

Deixe uma resposta