Sob pretexto de combater a “LGBTfobia”, OAB promove evento sobre ideologia de gênero para crianças

A Comissão da Diversidade Sexual da 12ª Subseção da OAB-SP realiza no próximo dia 07 de outubro um evento sem qualquer relação com a advocacia: um “papo” sobre “LGBTIfobia Infantil”.

O evento contará com a participação da pedagoga Silvana Aparecida Nieto Lopez, do psicólogo Carlos Henrique da Costa Tucci e do defensor público Bruno Cesar da Silva. Haverá “monitoria infantil” para os pais interessados em levar seus filhos, desde que eles liguem para “informar quantas crianças irão trazer no dia do evento”.

De acordo com dados da OAB-SP relativos ao ano de 2015 (o último disponível), as anuidades obrigatórias pagas por 284.099 advogados no Estado de São Paulo resultaram em uma arrecadação de R$ 228,7 milhões de reais para a entidade. A OAB é classificada como um órgão federal “sui generis” pelo STF, na medida em que não é autarquia federal, mas possui financiamento garantido pelo estado – o qual obriga todos os advogados do país a serem aprovados e pagarem anuidade à OAB.

LGBTI-Fobia-Infantil-07-10-17

As informações são do Instituto Liberal de São Paulo.

Anúncios

3 comentários sobre “Sob pretexto de combater a “LGBTfobia”, OAB promove evento sobre ideologia de gênero para crianças

  1. Putz! É a esquerda inventando termos pra nos empurrar goela a baixo e a sociedade aceitando tudo como se fossem um bando de esquerdopatas marcados como gado e se sentindo feliz.
    “Ê ô ô vida de gado, povo marcado hei, povo feliz.”
    As crianças não falam sobre isso porque não conhecem isso,porque não se preocupam com isso, já que são crianças, não têm maldade em sua essência e pensam como crianças. Aí vem uns esquerdista FDP doutrinar nossas crianças com assuntos de adultos, para confundir a cabecinha delas, fazendo com que elas tenham dúvidas sobre sua sexualidade.
    Bastaria falar pras crianças do respeito que ela devem ter pessoas, independentemente se elas são negras, brancas, hétero ou homossexuais, só isso. A palavra é RESPEITO e não GLBTUVXZFobia, Carvalho!

  2. O que vemos no Brasil é uma tentativa atrás da utra de corromper a mente das crianças. Seja do lado político, seja na educação, seja tirada de autoridade dos pais ante ao Estado, nas “Artes” nem se pode falar… Agora uma entidade que não devia se envolver com coisas do tipo se acha no direito a tal… Pra que mesmo a OAB foi criada? Qual é o objetivo principal e fundamental de existir? E o mais interessante é que quem se opõe a estas vergonhas são intitulados de fascistas. Que vergonha para o Brasil!!!!

Deixe uma resposta