Roberto Teixeira, advogado e amigo de Lula, rebate acusações de lavagem de dinheiro, mas não convence

Informa o Radar On-Line:

Responsável pela estratégia de defesa do ex-presidente Lula, o advogado Roberto Teixeira rebateu as acusações de lavagem de dinheiro feitas pelo Ministério Público Federal. A resposta de Teixeira foi enviada ao juiz Sergio Moro nesta terça (3). O documento é assinado pelo criminalista Antônio Cláudio Mariz de Oliveira, que também foi responsável pela defesa de Michel Temer. Segundo os procuradores da Lava-Jato, Teixeira participou do esquema na compra e reforma do Sítio Santa Bárbara, em Atibaia (SP). No despacho que deu abertura à ação penal, Moro havia dito que “Relativamente à imputação contra Roberto Teixeira, há indícios de que participou, conscientemente, de fraudes para ocultar quem custeava as reformas do Sítio de Atibaia e quem era o real beneficiário”. 

Os indícios, aliás, são fortes. Se somados ao relato de Glaucos da Costamarques, que na semana passada acusou Teixeira de ter ido pessoalmente visitá-lo no hospital Sírio-Libanez para completar a fraude dos recibos, dá para se ter uma noção de que o advogado é bem mais que advogado: é cúmplice.

Anúncios

Deixe uma resposta