Em retaliação a ‘ataques sônicos’, governo americano expulsa 15 funcionários da Embaixada de Cuba em Washington

Trump não está para brincadeira.

De acordo com o site O Antagonista, os EUA expulsaram 15 funcionários da embaixada de Cuba em Washington. É uma resposta ao caso dos “ataques sônicos”, no qual 21 funcionários da embaixada dos EUA em Havana se queixaram de problemas que vão de dores de cabeça a náuseas e perda de equilíbrio –aparentemente, provocados por tecnologia não identificada.

Segundo Rex Tillerson, Secretário de Estado americano, o governo de Cuba desrespeitou o acordo de Viena.

Anúncios

Deixe uma resposta