Investigado pela PF, reitor da UFSC é encontrado morto em Florianópolis

Veja o que foi informado pela Jovem Pan:

O reitor afastado da Universidade Federal de Santa Catarina, Luis Carlos Cancellier Olivo, foi encontrado morto nesta segunda-feira, 2, no Beiramar Shopping, em Florianópolis. A carteira de habilitação do reitor foi encontrada em seu bolso. O Instituto Médico-Legal esteve no local e fez a identificação. Segundo a assessoria do IML, o corpo está passando por perícia. Luis Carlos Cancellier de Olivo é investigado na Operação Ouvidos Moucos, que apura irregularidades na aplicação de recursos federais recebidos pela Universidade para curso de Ensino a Distância. O reitor foi preso pela Polícia Federal no dia 14 de outubro. A ordem de custódia temporária por cinco dias e de afastamento do cargo havia sido decretada em 25 de agosto pela juíza Janaína Cassol Machado, da 1ª Vara Federal de Florianópolis. O reitor e outros seis investigados foram soltos no dia seguinte pela juíza Marjôrie Cristina Freiberger, que substituía Janaína Cassol Machado, naquele dia, ausente por motivos médicos.

A suspeita principal é de que tenha sido suicídio, mas também não é descartável a hipótese de queima de arquivo.

Anúncios

2 comentários sobre “Investigado pela PF, reitor da UFSC é encontrado morto em Florianópolis

Deixe uma resposta