“Arte é política”, diz responsável pelo evento que teve “performance artística” com criança tocando homem nu

Em uma entrevista para a Folha de São Paulo concedida em 2015, Luiz Camillo Osorio, curador do Panorama da Arte Brasileira que está ocorrendo no Museu da Arte Moderna de São Paulo, MAM, declarou que “arte é política”.

Leia a entrevista na íntegra aqui

Desde a noite de quinta-feira, 28, estão circulando pela internet fotos e vídeos do evento em questão onde uma menina de 6 anos é induzida a praticar ato libidinoso durante uma performance.

É inegável que a arte tem seu caráter crítico e pode ser um meio de conscientização política, contudo, após o acontecimento, a declaração pode dizer muito sobre o curador do “espetáculo” que está revoltando os brasileiros.

Veja o vídeo:

Se, nas palavras de Luiz, “arte é política”, que tipo de mensagem esta “performance artística” passa? Já estão utilizando a eventos de cunho cultural para erotizarem crianças, o próximo passo será qual? Irão tentar criar políticas públicas para induzirem a erotização infantil também?

Anúncios

2 comentários sobre ““Arte é política”, diz responsável pelo evento que teve “performance artística” com criança tocando homem nu

  1. Errado. ARTE não tem obrigação alguma com a política. A politica até pode servir de objeto da arte, mas isto não é regra. Reduzir a ARTE a um meio de estabelecer a política é rebaixar e dsconfigurar a mesma de seu proposito real que é a transcendência, o culto ao Belo, etc.

    1. Discordo completamente, arte tem sim cunho político, se você observar na história as grandes transformações históricas são movidas pela arte. Existe sim uma arte que serve para entreter, desligarmos dos nossos problemas, mas a Arte (que realmente faz a diferença no mundo) é apofática (fala através do silêncio), o que quer dizer que ainda que o caráter transcendental dela, na verdade está voltado para questões deste plano. São questões que estão presentes na sociedade, mas são ignoradas até que a Arte as trás a tona.

Deixe uma resposta