Sobre os recibos falsos de Lula: Não tem como a defesa do petista ter feito isso sem saber

Glaucos da Costamarques, primo de Bumlai, confessou para o MPF que não só os recibos de Lula eram falsos como também afirmou que ele próprio teria participado da falsificação. Diante disso, muitos petistas saíram comemorando, fingindo que isso prova a inocência de Lula, mas não é bem isso.

Costamarques afirmou, segundo o Estadão, que o advogado e amigo de Lula, Roberto Teixeira, e também o contador do petista, estiveram no hospital Sírio-Libanez quando ele próprio estava internado lá, em novembro de 2015. Segundo o delator, Teixeira e o contador queriam que ele assinasse todos os recibos que foram recentemente entregues ao juiz Sérgio Moro.

É pouco provável que Teixeira fosse agir desta forma sem o consentimento de Lula. Mais improvável ainda é que Lula desconhecesse o fato de que os recibos eram falsos, uma vez que ele obviamente sabia que não tinha pago aluguel algum. Se Glaucos forjou os recibos, é impossível que Lula não soubesse que os recibos eram forjados, de modo que jamais sua defesa os teria entregue para a Justiça. Se os advogados de Lula entregaram tais documentos, só há duas possibilidades aí:

  1. Eles foram amadores o bastante para não averiguar a veracidade dos recibos nem mesmo perguntando ao seu cliente e principal interessado se ele tinha mesmo pago os aluguéis. Isso é possível, mas é absolutamente improvável de ter ocorrido.
  2. Eles sabiam que os documentos eram fajutos e tentaram engambelar a justiça, achando que talvez não fossem periciar os recibos.

A defesa de Glaucos quer pedir na Justiça as imagens do circuito interno do Sírio-Libanez para provar que Teixeira e o contador de Lula estiveram lá aliciando a testemunha. Se isso der certo, a narrativa de um Lula supostamente inocente morre de vez.

Se isso tudo for provado, não só Lula está encrencado como também seus advogados, que podem responder por fraude processual.

Anúncios

Um comentário sobre “Sobre os recibos falsos de Lula: Não tem como a defesa do petista ter feito isso sem saber

  1. Os Desembargadores da 8ª Turma do TRF-4 têm demonstrado que são diferentes da maioria dos membros do stf e outros tribunais: cumprem os deveres de um julgador, defendendo sempre a moral, a justiça e a dignidade, colocando na cadeia os dilapidadores, peculadores e os que cometem crime hediondos contra a Pátria e seu povo. Lula é um deles. O povo consciente quer sua condenação. Os mortadelas e aproveitadores da corrupção inata a Lula o querem solto. Confiamos na idoneidade dos Desembargadores da 8ª Turma do TRF-4 e fazemos parte dos que queremos a condenação do meliante Lula.

Deixe uma resposta