Maduro dá piti após sanções do Canadá

Informa o portal de notícias BOL:

O Ministério das Relações Exteriores da Venezuela rejeitou, nesta sexta-feira, as sanções econômicas impostas pelo Canadá a 40 figuras chaves do seu governo, incluindo o presidente Nicolás Maduro, descrevendo-as como “hostis” e considerou como uma violação aos propósitos consagrados na Carta das Nações Unidas. “A Venezuela denúncia para comunidade internacional estas medidas hostis, que violam, entre outros, o princípio de não intervenção nos assuntos internos dos Estados”, disse o ministério venezuelano, em um comunicado.

O Ministério das Relações Exteriores canadense explicou que as sanções afetam “figuras importantes” do regime de Maduro que são responsáveis “pela deterioração da democracia na Venezuela”.

E quando até o governo esquerdista do Canadá se preocupa em não apoiar um regime ditatorial de extrema-esquerda, mas os socialistas brasileiros insistem em dar total defesa ao tirano Nicolás Maduro, é que se percebe que até nisso o Brasil é atrasado.

 

Anúncios

2 comentários sobre “Maduro dá piti após sanções do Canadá

Deixe uma resposta