Procuradora que extermina empregos em RN e seu marido ganham mais de R$ 110 mil por mês

De acordo com o Portal da Transparência, a procuradora Ileana Mousinho e seu marido, o também procurador Xisto Tiago de Medeiros Neto, ganham juntos uma soma que ultrapassa R$ 112 mil ao mês.

A procuradora está neste momento movendo uma ação contra o Grupo Guararapes, da Riachuelo, que emprega mais de 4 mil pessoas no setor têxtil em Natal, Rio Grande do Norte. Ela quer uma indenização de R$ 37 milhões porque a fábrica trabalha com funcionários terceirizados, mas tal montante é tão absurdo que equivale a 10% do faturamento anual da empresa, o que a obrigaria a fechar as portas.

Nesta semana muitos trabalhadores se organizaram livremente para protestar diante do prédio do Ministério Público do Trabalho. Dentre os manifestantes, críticas à procuradora e aos sindicatos foram as mais comuns.

Anúncios

41 comentários sobre “Procuradora que extermina empregos em RN e seu marido ganham mais de R$ 110 mil por mês

  1. Gente maledicente e invejosa. O que tem a ver o salário dos dois? Ganham o q o Estado paga ao cargo. Eh crime? E a má fé eh tanta q pegam contracheque incluindo férias e 13°. Se querem ganhar igual façam concurso. NÃO da pra confiar em um jornalismo desses. Igualzinho aos blogs sujos esquerdopatas, mesmos métodos.

    1. Diretamente, o salário dos dois não tem nada a ver com os 4 mil desempregados que essa mulher vai causar. Só que, por lei, o salário de dois funcionários públicos somados por mês não poderia ser superior a R$ 66 mil, pois o teto constitucional para cada um é R$ 33 mil, incluídos auxílios pecuniários.

    2. Como não tem nada haver?
      Quem paga o salário deles?
      Pois saiba que é a iniciativa privada e seus trabalhadores que sustentam o estado, não o contrário.
      Exemplo, imagine hipoteticamente o MPT multando e fechado todas as empresas privadas por algum motivo, o que aconteceria?
      Simples, o MPT e todo o restante do Estado fecharia as portas.

    3. Acredito que vc não faz idéia q existe um teto para o funcionalismo público né. ..Pois é, o questionamento é que recebem acima disso..Mas é de alienados que vive a esquerda. .

    4. A MA FÉ TÁ NO ABSURDO DE MOVER AÇÃO MILIONARIA CAUSANDO O FECHAMENTO DE UMA EMPRESA QUE EMPREGA MAIS DE 4 MIL FUNCIONÁRIOS EM TEMPO DE CRISE. SÓ PODE PARA SOLICITAR OBSCURAMENTE VANTAGENS INDEVIDAS PROPINAS. STJ LEVANTAR A BUNDA DAÍ É VAI INVESTIGAR? ISSO TÁ ERRADO.

    5. Vergonha Brasil , essa senhora juntamente com o marido acumula altos salários , tudo bem que estudaram para isso, mas o que é que país e mães de famílias que não tiveram oportunidades de estudos tem haver com isso. ? Cada um sabe das dificuldades que passam esse país não tem educação de qualidade fora que existem milhões de pessoas formadas , mas estão desempregadas. Vergonha isso sim tanta coisa pra se fazer e não fazem mas prejudicar pessoas que mal tem o que comer num instante esse povo do poder fazem. .. mas tudo que sobe um dia desce, e o braço de Deus pesa.

    6. A diferença dos empresários daqui e de outros países desenvolvidos é que os daqui querem explorar seus trabalhadores sem querer atender os direitos dos mesmos. Na primeira oportunidade em que são cobrados a cumprir a lei, fazem jogos psicológicos com os mesmos funcionário ameaçando seus empregos. O MPT está cumprindo o seu dever que é cobrar que a lei seja cumprida. A lei é deve ser pra todos. O problema é que o brasileiro é condicionado e acostumado a aceitar tudo que lhe é imposto por quem tem o poder aquisitivo e quem influncia e compra os nossos políticos corruptos. Se essa empresa viesse cumprindo direito e no tempo certo os direitos trabalhistas, o impacto não seria tão “grande”, aliás um impacto de 10 % no faturamento de apenas 01 ano em uma empresa desse porte é até uma piada eles alegarem que vão precisar fechar as portas. No fundo, no fundo, querem manter o processo de exploração do trabalhador e não facilitar para abrir jurisprudência para outros processos! Se brincar estão até sonegando impostos! Não duvido de mais nada.

  2. Quem paga o salário desses procuradores?
    Ué, o Povo!
    Cuja maioria é gente igual aos que estão correndo risco de serem demitidos!
    O Estado existe pra servir ao povo, não o contrário.

  3. Se eles ganham mais de 110 mil por mês, a pergunta é de onde vem este dinheiro. Em primeiro lugar um funcionário público é apenas um servidor público e não aquele possuidor de um cargo para ser milionário; e em segundo lugar, fazer concurso público para ser rico é uma solução brasileira infelizmente. Não dá mesmo para confiar nessa gente.

  4. GUARARAPES RESPONDE A MAIS DE 2 MIL AÇÕES TRABALHISTAS NA JUSTIÇA
    http://www.saibamais.jor.br/2017/09/19/guararapes-responde-a-mais-de-2-mil-acoes-trabalhistas-na-justica/
    FLÁVIO ROCHA: MESADA AOS 36 ANOS E DENÚNCIA DE FRAUDE EM ELEIÇÃO
    http://www.saibamais.jor.br/2017/09/19/flavio-rocha-mesada-aos-36-anos-e-denuncia-de-fraude-em-eleicao/
    ESTADO MÍNIMO COM AJUDA DO BNDES E ISENÇÃO DESDE 1959
    http://www.saibamais.jor.br/2017/09/19/estado-minimo-com-ajuda-do-bndes-e-isencao-desde-1959/
    Grupo Riachuelo e a ganância predatória dos escravocratas do século XXI
    http://justificando.cartacapital.com.br/2017/09/19/grupo-riachuelo-e-ganancia-predatoria-dos-escravocratas-do-seculo-xxi/
    ASSOCIAÇÃO DE PROCURADORES VAI PROCESSAR FLÁVIO ROCHA CRIMINALMENTE
    http://www.saibamais.jor.br/2017/09/19/associacao-de-procuradores-vai-processar-flavio-rocha-criminalmente/
    GUARARAPES RESERVA R$ 62 MILHÕES PARA PAGAR INDENIZAÇÕES
    http://www.saibamais.jor.br/2017/09/21/guararapes-reserva-mais-de-r-60-milhoes-para-pagar-indenizacoes/
    Dono da Riachuelo é processado em R$37,7 milhões por deixar trabalhadores em regime semiescravo
    http://esquerdadiario.com.br/Dono-da-Riachuelo-e-processado-em-R-37-7-milhoes-por-deixar-trabalhadores-em-regime-semiescravo
    Em defesa do emprego
    http://mineiropt.com.br/artigo/em-defesa-do-emprego/
    A fraude da empresa Guararapes
    http://www.cartapotiguar.com.br/2017/09/21/a-fraude-da-empresa-guararapes/
    TENTAR GANHAR NO GRITO É ESTRATÉGIA DE QUEM NÃO TEM RAZÃO
    http://www.saibamais.jor.br/2017/09/22/tentar-ganhar-no-grito-e-estrategia-de-quem-nao-tem-razao/
    As ’oficinas do suor e da dor’ da Riachuelo no semi-árido do Rio Grande do Norte
    http://www.esquerdadiario.com.br/As-oficinas-do-suor-e-da-dor-da-Riachuelo-no-semi-arido-do-Rio-Grande-do-Norte
    FLÁVIO ROCHA É DENUNCIADO POR INCITAÇÃO À VIOLÊNCIA
    http://www.saibamais.jor.br/2017/09/22/flavio-rocha-e-denunciado-por-incitacao-a-violencia-difamacao-e-injuria/
    Minha Fábrica, Seu Suor: As peripécias de um astuto manipulador
    http://www.cartapotiguar.com.br/2017/09/22/minha-fabrica-seu-suor-as-peripecias-de-um-astuto-manipulador/
    BEM-VINDOS À “MODERNIZAÇÃO” TRABALHISTA
    http://www.saibamais.jor.br/2017/09/23/bem-vindos-a-modernizacao-trabalhista/

  5. NOTA DE ESCLARECIMENTO MPT
    http://www.prt21.mpt.mp.br/procuradorias/prt-natal/398-nota-de-esclarecimento
    ANPT defende atuação de procuradora do Trabalho no caso do Grupo Guararapes
    http://anpt.org.br/imprensa/noticias/3183-anpt-defende-atuacao-de-procuradora-do-trabalho-no-caso-do-grupo-guararapes
    Associação dos Juristas Potiguares repudia críticas ao MPT-RN
    http://blog.tribunadonorte.com.br/poderjudiciario/associacao-dos-juristas-potiguares-repudia-criticas-ao-mpt-rn/6887
    MARCCO emite nota de apoio ao Ministério Público do RN
    http://www.marccorn.org/site/noticias/39-marcco-emite-nota-de-apoio-ao-mprn
    Em apoio à Procuradora Ileana Mousinho
    http://www.sindipetrorn.org.br/noticia/em-apoio-%C3%A0-procuradora-ileana-mousinho
    NOTA DE APOIO À AÇÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO CONTRA AS CONDIÇÕES DEGRADANTES DE TRABALHO NAS FACÇÕES DA GUARARAPES
    http://nataliabonavides.com.br/blog/2017/09/21/nota-de-apoio-acao-do-ministerio-publico-do-trabalho-as-condicoes-degradantes-de-trabalho-nas-faccoes-da-guararapes/
    O Ataque à procuradora do trabalho por parte do empresário Flávio Rocha e o seu significado.

  6. A Riachuelo não trabalha com funcionários terceirizados, o RH deles não são tão idiotas assim…
    A questão é que essa empresa terceirizou a produção e o MPT acha que isso é somente terceirização de mão de obra, disfarçada em uma outra empresa.
    A maioria dessas facções produzem somente para a Riachuelo, eis o problema. O caso é polêmico, a lei não proibe a terceirização externa da produção, mas proibe se for feita dentro da empresa, o que não é o caso da Riachuelo.

  7. O fato de ser concursado não dá o direito a ninguém de se sentir uma ‘casta’ melhor que o resto da população. Na verdade os que produzem, é merecem ter remunerações superiores, pois, geram renda e empregos, diferente de quem vive simplesmente do trabalho suado daqueles que ganham os salarios básicos de suas categorias profissionais, e/ou, de quem desafia essa burocracia corrupta do nosso País, para empreender, gerando inúmeros empregos terceirizados ou não.
    O concurso em países sérios, não significa rendimentos estratosféricos, fora dos limites da razoabilidade e distante da realidade econômica de um povo.
    Isso pode ser legal, mas é no mínimo imoral.
    O serviço público brasileiro é injustamente oneroso, para resultados pífios.
    Gostem ou não, essa é a realidade, e o sentimento da maioria da população.
    Os que ‘mamam’ nas ‘tetas’ do Estado, obviamente irá discordar, pois sao pagos pela populacao, e arrogantemente, acham que fazem favor a esta, quando em verdade sao servidores publicos, como literalmente deve ser entendido.

  8. O país em que vivemos.seria um paraíso se não fosse os dirigentes.ate quando o povo vai aceitar este tipo de conduta dos nossos governantes sujos,porcos e energúmenos? Quê país e esse?

    1. Isso aí é só o reflexo do que essa empresa já fez e fazem para as pessoas que trabalharam e trabalham, uma empresa que não valoriza seus funcionários e agora pede pra que os mesmos façam protestos e manifestações em prol de si mesma. Lembrando que só no ano 2016 a Guararapes lucrou em cima das facções 317 milhões, acho uma corvardia da parte dela dar entrevistas de que é melhor fechar a empresa do que pagar a multa e assim gerando uma enorme pressão psicológica em cima dos colaboradores. Uma empresa que a cada ano cresce mais e mais precisa cortar a cesta natalina dos colaboradores? Isso mesmo pessoal, primeiro acabaram com a confraternização em 2015 uma festa que já era tradição e em seguida, no mesmo ano cesta natalina. Acredito que o MPT não iria fazer coisas infundadas deste tipo. Muita gente não sabe o que acontece lá dentro da Guararapes é a máscara dela tá começando a cair.

  9. Como? Se organizaram livremente?
    Que mentira?
    A matéria e manipulada, não entra no mérito da denúncia, gravíssima aliás
    Tentar desqualificar o denunciante é tática velha…

  10. Não concordo com salários altos no serviço publico, ganhar 10 mil de teto seria mais que suficiente para a maioria dos cargos públicos, mas alguém aqui procurou saber de quanto é a fortuna do sr Flávio, dono da Guararapes e da Riachuelo, alguém procurou saber o tamanho do lucro dessa empresa, e se realmente ela se prejudicaria caso as faxoes do interior pagassem.um salário justo e dessem condições de trabalho dignas aos funcionários, infelizmente no interior a situação é difícil e mesmo um emprego que paga miséria e exige trabalho exaustivo é aceitável para um população sem melhores perspectivas de vida, tá certo que o MPT deveria sim punir os donos das faxoes que exploram.os seus funcionários, mas esses alegam.nao ter condições de pagar mais justamente pq a Guararapes paga pouco pela produção! Assim fica difícil, a estratégia da Guararapes é comum em muitas regiões do país, e a Guararapes não é a única empresa que paga pra outros produzirem.mais barato pra ela, a Zara já foi acusada de trabalho escravo nessas mesmas condições, a nike, Adidas e outras grandes fabricantes são acusadas de financiar trabalho escravo mundo a fora! A tendência do Brasil é ficar do mesmo jeito, e azar dos coitados que trabalham nessas fabriqueta de fundo de quintal sem condições mínimas aceitáveis, desde que vc vista a roupa de marca e compre baratinha nos shoppings não importa como ela chegou ali!

  11. Juízes do trabalho é a mesma situação, soube de um empresário que foi obrigado a indenizar um ex empregado, teve que vender máquinas para pagar, posteriormente fechou a empresa e lógico demitiu todos os funcionários.
    Esses tipos de funcionários públicos ganham muito dinheiro, salário alto demais, vem corretamente no início de cada mês, não entendem como é difícil ser empresário no Brasil, trabalhar para obter lucro no mês, ás vezes, o empresário tem o indesejável prejuízo, como pagar os salários e se sustentar a si mesmo e a família?
    Assisti uma reportagem sobre um ex-empresário, que hoje é consultor, ele aconselha a empresários estrangeiros a não investir no Brasil, por causa das leis trabalhistas.
    Em uma conversa, soube que a ex-presidente Dilma, mandava seus representantes para convidar os empresários de outros países a investir no Brasil, estes mostraram coerência e afirmaram não ter interesse de investir no país por causa das leis trabalhistas.

  12. Pelo título da matéria já se percebe o quão irresponsável e leviano é o dito “jornaleco” que escreveu. Quanto aos salários, nada de irregular, falta conhecimento e embasamento para levantar argumentos sobre o caso da Riachuelo, ou não percebe que o MPT está defesa do trabalhador?

  13. A constituição Brasileira de 1988 criou essas aberracoes onde poucos ganham salários altíssimos sem a menor justificativa e a maioria ganham míseros salários mínimos. Isto tem que acabar e logo.

  14. O tem obrigação fazer justiça e não ao contrário. representam a mediocridade medieval alojada no serviço público. Multas não vão trazer benefícios algum aos trabalhadores e aos empresário. Não vão trazer de volta empregos, ao contrário abre as portas da informalidade O sistema produtivo no Brasil, com exceção dos “cumpadres”, são tratados como bandidos. O MP não produz emprego, e visa encher a burra, sacrificando quem produz na país, este é o verdadeiro fascismo que tem sua marx, na carta de lavor o de Mussolini.

  15. Essa empresa sempre foi conhecida pela forma desumana com que trata os trabalhadores. Não importa o valor dos salários dos funcionários do MP agora, o que está em questão é a justiça trabalhista. É lógico que empresa precisa rever suas atitudes como patrões e não jogar a população contra seus próprios direitos. O que vemos aqui é a inversão de valores.

    1. Você deveria avaliar melhor a sua critica. Tu disse um absurdo; Em um universo publico estadual, onde a maior perversidade é praticada pelo estado contra o cidadão, Negando seus direitos nos hospitais. Negando seus direito a segurança, nas ruas praças, e ate mesmo dentro de casa. Não paga o funcionalismo em dia. Envolvidos em todas as especies de corrupção. Enquanto todos os políticos,os promotores e juízes de nossa justiça, estão blindados as crises….
      O que é que tu veio defender aqui……
      Perdeste uma boa oportunidade de se manter calado.

  16. Desemprego ou trabalho escravo qual o pior, alienados os funcionários lutando pelo patrão ou pior o “feitor” da casa grande, pode chicotear não doe nem deixa marcas e faz bem a coluna.

  17. O pior e a falta de argumento. Citam o salário dos dois mas não falam da exploração, da falta do pagamento de direitos trabalhistas e ainda vem colocar a esquerda, que não tem nada a ver com o caso, no meio do bolo. Trata- se da exploração de trabalhadores pelo patrao e da defesa do patrao por estes mesmos explorados. Não sei onde a esquerda entra nisso pois, nem sindicato esse povo tem direito a ter. E ainda tem a cara de pau de dizer que os trabalhadores se organizaram livremente. Cara de pau!

Deixe uma resposta