Diretório Nacional do PT protege o condenado Lula e suspende Palocci por 60 dias

O ex-ministro Antonio Palocci foi suspenso por 60 dias do PT pelo Diretório Nacional do partido nesta sexta-feira (22). A suspensão ocorreu após Palocci acusar o ex-presidente Lula de ter feiro “um pacto de sangue” com a Odebrecht para o recebimento de propina durante depoimento ao juiz Sérgio Moro.

A suspensão temporária ocorre até que o processo de expulsão de Palocci seja julgado pelo Diretório Municipal do PT em Ribeirão Preto (leia nota abaixo).

“Uma resolução seguindo o que é o estatuto como abriram um procedimento de investigação sobre ele na Comissão de Ética em Ribeirão Preto, nós usamos o estatuto e a suspensão por 60 dias”, afirmou a presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), em uma reunião nacional do PT no Centro de São Paulo.

A presidente nacional do PT disse que Palocci mentiu. “Mentiu para tentar negociar a redução da sua pena. Isso que está em jogo, mentiu, ou seja, ele fez uma troca”, declarou.

Felizmente para o povo, mas não para eles próprios, os petistas se tornaram uma máquina de auto-destruição focada apenas em proteger Lula.

Anúncios

Deixe uma resposta