Trabalhadores se organizam em protesto contra procuradora do RN que quer gerar desemprego na região

A procuradora do trabalho do Rio Grande do Norte, Ileana Mousinho, está movendo ação contra a Riachuelo, mais especificamente contra o Grupo Guararapes, que representa a empresa na região, porque ela tem funcionários terceirizados. A procuradora quer uma multa absurda no valor de R$ 37 milhões.

Não se engane. Esta multa não tem qualquer finalidade que seja favorável aos empregados da empresa, é apenas mais dinheiro indo para as mãos do governo. Os empregados jamais verão a cor desta grana. Por outro lado, se a ação for bem sucedida é quase certo que a empresa precisará ser fechada, uma vez que a multa é elevada.

Por esta razão, trabalhadores estão se organizando em atos na frente da suntuosa sede do Ministério Público do Trabalho, em Natal, para protestar contra a decisão. Uma manifestação está marcada para ocorrer na tarde de hoje, às 15:30, e outra para às 17 horas.

Flávio Rocha, dono da Riachuelo, publico um vídeo em seu Instagram sobre o caso:

Anúncios

4 comentários sobre “Trabalhadores se organizam em protesto contra procuradora do RN que quer gerar desemprego na região

  1. Que maravilha que é um protesto de trabalhadores com trabalhadores de verdade e, sem bandeiras vermelhas, sem balões e bonezinhos da CUT.
    Se a classe trabalhadora bem soubesse, se reuniam sempre sem a presença dos vermelhos comunistas.
    Só faltou uns cartazes escrito FORA CUT, FORA PT!
    SINDICATOS NÃO NOS REPRESENTAM!

  2. Isso até parece um HERESIA, trabalhadores a favor da empresa e da manutenção de seus postos de trabalho. Parabens aos VERDADEIROS TRABALHADORES… precisamos ver mais esse tipo de manifestação.

Deixe uma resposta