Villas Bôas: “O populismo é a desgraça da América do Sul”

Em entrevista ao jornalista Pedro Bial, na Globo, o general Eduardo Villas Bôas,disse a que está “com expectativas baixas para o cenário político no próximo pleito”. Ele afirmou que não viu “surgir nenhuma base ou conjunto de pensamento que sirva de alternativa, que rompa com os modelos e esquemas já ultrapassados”.

“Por enquanto, eu não vejo líderes capazes de estimular esse tipo de renovação”, afirmou.

Villas Bôas definiu o “populismo como a desgraça da América do Sul”.

Anúncios

4 comentários sobre “Villas Bôas: “O populismo é a desgraça da América do Sul”

  1. Estamos diante de uma grande escolha: aceitar a inconstitucionalidade de toda a corrupção que instalou no Brasil ou a inconstitucionalidade de uma intervenção militar que a meu ver seria a única alternativa para o que vemos hoje. Não se enganem: nenhuma instituição hoje funciona no Brasil. O Congresso tem quase todos os seus ocupantes investigados, o STF tem pelo menos 3 ministros nomeados para proteger bandidos e o judiciário que, a despeito de todo o esforço da Lava-Jato, se auto concede benefícios imorais. Alguém tem que tomar alguma atitude. Quanto mais tempo demorar, pior será o remédio.

Deixe uma resposta