EXCLUSIVO: Professor e alunos da UFF planejam escolher apenas professores de extrema esquerda em concurso público

Chegaram ao nosso conhecimento vários prints de um grupo de Centro Acadêmico de Filosofia da Universidade Federal Fluminense. Como é possível ler, os alunos do movimento estudantil aparentemente alinhados a um professor, Luis Antônio Ribeiro, combinam uma forma de garantir que os professores selecionados através de concurso público compactuem com as pautas partidárias da extrema esquerda.

O professor se refere a movimentos democráticos de direita, como o MBL, e os eleitores e simpatizantes do deputado federal Jair Bolsonaro, como “movimentos neonazistas”.

E depois há quem diga que não existe doutrinação de extrema esquerda dentro das universidades.

1234567891011[

Anúncios

53 comentários sobre “EXCLUSIVO: Professor e alunos da UFF planejam escolher apenas professores de extrema esquerda em concurso público

    1. Deixa que continuem nessa bolha, quando saírem da universidade isso se saírem (vide os universitários de 15 anos de curso ) o mundo real vai destroçar eles, sinto pena dos professores que tentam abrir um pouco a mente dessas pobres almas e por isso acabam ficando sem emprego.

  1. Cinismo – Filosofia dos cínicos. Desvergonha, descaramento, mentir descaradamente em sua própria defesa. – Hipocrisia- Afetação de um sentimento louvável quando esse sentimento não existe; devoção falsa, fingimento, impostura. –> Estas são as qualidades da esquerda brasileira, cinismo e hipocrisia.

  2. ZOG – Sendo confirmada a matéria trata-se de uma vergonha para a respeitada UFF e o seu Departamento de Filosofia. A lisura do concurso se inicia pela imparcialidade, passa pela lisura dos procedimentos de avaliação e o apego total ao exposto no Edital do Concurso e termina pela classificação, sem margem de dúvidas (devido ao risco de impugnação), dos que se houveram melhor no cômputo geral. Lembrando que o Departamento de Filosofia se obriga a apresentar uma bibliografia prévia que termina indicando ao candidato o que se espera do professor da disciplina. Permitir que estudantes interfiram num concurso de tal importância com questionamentos, ao que parece, até mesmo alheios aos temas exigidos no Edital do Concurso (que é como uma bússola para o candidato e deveria ser uma espécie de Constituição para a Banca julgadora…). Se tudo isso é verdade e, de alguma maneira, existe a participação de professores é muito grave! O melhor seria lançar novo edital explicando ao candidato que além das arguições da banca haveria também arguições do Diretório Acadêmico sobre temas que poderiam ir do aborto a questões raciais, de livre escolha do Diretório e sem direito a conhecimento prévio dos referidos questionamentos… Ficaria resolvida a questão. Atte. ZOG.

  3. DOUTRINAÇÃO EXPLÍCITA. A CORRUPÇÃO DOS PETRALHAS COOPTOU TODOS OS VAGABUNDOS ARRUACEIROS DISFARCADOS DE ESTUDANTES PARA SERVIR A MASSA DE MANOBRA DOS ESQUERDOPTAS. DESTRUIR A SOCIEDADE E SEUS VALORES MORAIS

  4. Nossos que perguntas difíceis… consigo traçar um perfil ideológico só com elas…. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    O que você acha de Hitler? Pra mim ele foi o maior líder da história… deve ser isso que eles esperando de resposta né?! PQP… FILOSOFIA tá onde pra esses alunos que nem sabem pensar?! Esquerda é piada pronta.

    1. O que eles pensam estar fazendo?
      Isto é uma Ditadura de Esquerda…
      Isso é DITADURA, hoje quem expressar sua opinião se for contrária aos de ESQUERDA é crucificado em praça pública.
      Temos que tirar a venda.dos olhos de nossos jovens, antes que sejamos linchado por pensarmos contrários à eles.

  5. EM MANAUS A DOUTRINAÇÃO ESTÁ INSUPORTÁVEL!!! PROFESSORES DE HISTÓRIA, FILOSOFIA, GEOGRAFIA, SOCIOLOGIA, PEDAGOGIA, ARTES, DIREITO, E TODOS QUE EMPURRAM MARX E LENIN GOELA ABAIXO TEM ISSO. NÃO TEM DIÁLOGO COM ESQUERDISTA, INTERVENÇÃO MILITAR JÁ!!!!!

  6. 1- Você é a favor do aborto?

    R – Não. Sou pela vida, mesmo que a nível de ovo. De todo modo, discordo que essa questão seja fundamental para avaliar o mérito de ser professor de filosofia numa universidade pública.

    2 – Recentemente tem aparecido vários casos de evangélicos destruindo centros de umbanda. O que você pensa disso?

    R – Não sei de “vários” casos de evangélicos “destruindo” centros de umbanda. E se houver qualquer agressão a umbandistas, vinda de qualquer origem, deve ser tratada pontual e individualmente na forma da lei, assim como se deve fazer com as inúmeras agressões contra as religiões cristãs, caso recente da exposição promovida pelo Banco Santander, mas que a extrema-esquerda reagiu aos ofendidos rotulando-os de fascistas, retrógrados, nazistas, dentre outras imbecilidades.

    3 – O que a figura de Hitler representa para você na história da humanidade?

    R – Um típico exemplo de ESQUERDISTA: dissimulado, violento, intolerante com a discordância. Hitler e os demais nazistas, por exemplo, promoveram uma segregação nas escolas de forma a expulsar ou não admitir professores indesejados.

    4 – O Brasil é o país com uma das piores distribuições de renda no mundo. O que você pensa sobre isso?

    R – Primeiro, estou admirado. Cerca de 14 anos de governo de extrema-esquerda, somados aos anteriores 8 anos de socialismo Fabiano, não resolveram isso? Aumentaram, aliás. Então, só posso pensar que esquerdismo só piora os problemas.

    5 – O Brasil é o país com maiores índices de violência contra a mulher, feminicídio, homofobia e transfobia. O que você pensa a respeito disso?

    R – Vide resposta anterior, considerando que foi nos governos petistas que essa estatística alcançou os níveis alarmantes de hoje.
    Em segundo lugar, não há nenhum “feminicídio” ocorrendo no país.
    Sobre os demais: não existe nenhuma comprovação de que os assassinatos de gays e trans (menos de UM por cento do total de homicídios anuais) sejam motivados por alguma “fobia” ou rejeição ao comportamento dessas pessoas. O que as conclusões periciais costumam provar é que boa parte do assassinato de homossexuais e assemelhados é causada por outros homossexuais e assemelhados.

    6 – Num país de origem étnica indígena onde posteriormente se confluiram múltiplas origens étnicas – indígenas, africanas, brancas e até asiáticos – o que você acha sobre a esmagadora maioria dos representantes políticos serem apenas homens e brancos?

    R – Primeiro, acho que os meus avaliadores – tão competentes em sectarismo ideológico – estão precisando urgentemente de aulas de gramática e de lógica. Inicialmente, afirma uma única origem – indígena – e depois são múltiplas, incluindo no leque posterior as mesmas indígenas!
    Quanto à representação política, o povo é quem elege os seus representantes. Isso se chama democracia e qualquer alteração dessa vontade – por exemplo estabelecendo cotas para grupos diversos no Parlamento – é próprio de um regime dirigista totalitário, bem conveniente à extrema-esquerda.
    A propósito, é bem ilustrativo da hipocrisia esquerdista falar em distribuição equânime de cargos políticos, enquanto arma para que somente professores de extrema-esquerda sejam aceitos na universidade.

    1. PEEEEEEEERRRRR-FEEEEEEEEEEIIIII-TOOOOOOOOOOOOOO! Caro Eduardo: VOCÊ PRECISA ser ESSE professor! Não precisa de processo seletivo! Só quem tem “mente de geléia” não entende/aceita.

    2. Palmas, muitas palmas, escreveu mto, mas escreveu bonito. Tenho certeza que ia deixar esse pessoal sem onde enfiar a cara, quando ouvissem essas respostas de um professor candidato.

  7. Quando digo que o setor de (argh) HUMANAS está lotado pelo LIXO que sobra das salas de aula, eles ainda ficam putinhos. Repito: LIXO, VAGABUNDOS, COMUNISTAS DE MERDA. E são essas porras que vão formar outros “professores” doutrinadores, que darão aula aos nossos filhos. TEMOS QUE FAZER ALGUMA COISA URGENTE! PRIVATIZA TUDO!

  8. Lixos! E saibam que isso ocorre faz tempo nas universidades públicas e muitas privadas também e ninguém se movimenta contra. No caso apresentado acima é coisa pra levar ao MPF pois se trata claramente de falsificar/direcionar resultado de concurso público.

  9. esses lixos de esquerda, acabam com a liberdade e riqueza por onde passam, deviam ser defenestrados das escolas e universidades. Precisamos de adms e não de doutrinadores ideológicos, que so aceitam sua visão deturpada de politica. O MP deveria intervir nisso ai

  10. O que ocorre nas Universidades brasileiras é o legado da doutrinação marxista de Paulo Freire um dos responsáveis (ou melhor irresponsável) pela última grande reforma educacional brasileira, feita em 1996 no governo de Fernando Henrique Cardoso. Esta reforma deu origem à LDB (Lei de Diretrizes e Bases da Educação Brasileira), cujos resultados estão aí para todos nós vermos. A educação brasileira que segue o modelo freireano nos relegou um dos piores desempenho no ranking PISA (Programa Internacional de avaliação de alunos). A propósito, apesar de ser reverenciado pela esquerda mundial esse pseudointelectual, simbolo a educação brasileira, cuja principal obra que o evidencia, conhecida como método Paulo Freire, é investigado por um plágio mal feito da obra do americano Frank Laubach de 1915. O maior patrimônio de um país são suas crianças, que são o espelho do futuro, no entanto, com essa performance educacional que não prioriza uma educação formativa de fato e neutra, mas sim uma educação marxista que corrompe a mente das mesmas em prol de uma revolução anacrônica, o futuro de nosso país está sendo colocado em uma lata de lixo. O Brasil precisa de mais cabeças pensantes do que braços armados e idiotizados por essas castas socialistas.

    1. Desculpe, mas devo dizer que muita gente odeia Paulo Freire pela sua declarada postura política – realmente foi um dos fundadores do PT -mas creio que isso não diminui a contribuição mundial de sua teoria, ao contrario, fortalece.

      Em primeiro lugar, devo dizer que Freire defendia a ética do educador, uma pessoa que deve ser honesta, dando a conhecer as bases de sua própria maneira de pensar . Observem com muita atenção que isso nao tem nada a ver com manipulação , nao digo “quem sou” para que os alunos e os educandos sigam minhas preferências políticas, mas para que saibam como ser humano também faço escolhas. A honestidade do educador não tem nada a ver com doutrinar, muito pelo contrário, tenta evitar que o educador coloque suas preferências – de maneira velada – como verdades melhores por cima de outras. Como professor devo mostrar os diversos caminhos traçados pela humanidade e me posicionar em um deles para que o próprio aluno possa ter bases para entender meu pensamento, isso digo aplicado a contextos universitarios obviamente.

      Em segundo lugar, devo alertar que a reforma de 1996, do governo FHC, no qual Paulo Renato de Souza era ministro, passou extremamente longe das ideias pedagógicas de Paulo Freire. O pensamento de Freire nunca serviu de base para nenhuma reforma curricular brasileira, nem a atual… Paulo Freire como pedagogo foi e segue sendo muito mais importante fora do Brasil que dentro dele. Culpar Paulo Freire por qualquer mazela na educação básica brasileira não faz sentido, frases soltas e descontextualizadas de Freire podem ser muito citadas no Brasil, mas nunca fizeram caso real ao seu ideário.

  11. Bem democrático isso….Vai debater com eles que se quem são os violentos e intolerantes….O amor deles só serve para quem pensa com a ideologia deles (se é que podemos chamar isso de pensar)…Doentes!!!

  12. Então, seria legal se as pessoas da direita participassem das assembleias e reuniões do Cafil antes de fazerem as denuncias, pq como vocês querem ser escutados e demonstrarem suas opinioes se vcs não participam e não falam lá? Ia ser muito mais legal e tranquilo se vocês dialogassem tbm pra que encontrássemos um meio termo pra todos ficarem satisfeitos e terem suas necessidades supridas, mas nunca vi ninguém da direita ou centro participando de nada. Seja em DCE ou nos CAs e DAs, então desculpa, mas vocês não tem mt direito de denunciar movimentos dos quais vcs não participam.

  13. essa matéria é uma tremenda idiotice, primeiro por que alunos não podem arguir professores na prova didática do concurso público, somente os membros da banca podem fazer, e segundo que os membros da banca só podem fazer perguntas relacionadas com o assunto da prova didática… está tudo descrito nas diretrizes e normas do MEC para as instituições públicas de ensino…

Deixe uma resposta