Esposa de Cabral é sentenciada a 18 anos de cana

O juiz federal Marcelo Bretas, da 7ª Vara Criminal sentenciou a ex primeira dama do Rio de Janeiro, Andriana Ancelmo, a 18 anos e três meses de prisão por organização criminosa e lavagem de dinheiro.

Adriana é esposa de Sérgio Cabral, ex governador do Rio de Janeiro que foi condenado, também nesta quarta-feira, 20, pelo mesmos crimes.

Segundo a denúncia, Cabral cobrava 5% de propina sobre o valor de obras da Andrade Gutierrez e beneficiava a empreiteira através de seu poder no Governo do Rio.

Entre as obras envolvidas em propinas estão a expansão do Metrô em Copacabana, a reforma do estádio do Maracanã para os Jogos Pan Americanos de 2007 para a Copa do Mundo de 2014.

Também estão envolvidas: a construção do Mergulhão de Caxias, a urganização do Complexo de Manguinhos, o PAC o Arco Metropolitano.

As informações são do Estadão.

Anúncios

Deixe uma resposta