Vereador passa vergonha após insultar bandeira de São Paulo e demostrar ignorância histórica. Entenda.

por Rafa Silva

 

O vereador João Jorge (PSDB) – carreirista político do interior de São Paulo – está passando vergonha nas redes sociais após propor o abandono da atual bandeira paulistana em troca de um “concurso” que eleja uma bandeira “mais global”.

No vídeo em que propõe essa piada, João Jorge chama a bandeira paulistana de “acanhada”,”tímida” e “pouco representativa”. Internautas revoltados foram até sua página de facebook e inundaram o vídeo de comentários negativos, sugerindo que João Jorge, inclusive, “vá carpir um lote“.

O vereador não é nascido na capital e fez carreira política na cidade de Americana, no interior paulista. Ainda assim, imagina-se que o mesmo conheça o básico da história paulistana e brasileira, e compreenda os símbolos “pouco representativos” presentes em na bandeira.

Bandeirantes e lema Non Dvcor Dvco

500px-OrderOfCristCrossFlag.svg

Durante o período do Brasil Colonial, mais precisamente após 1603, a cruz de Malta-  símbolo dos cavaleiros templários e da Ordem de Cristo – era utilizada como representação política pelos colonos e bandeirantes e  forma de demonstrar sua lealdade a Portugal, especialmente num período em que a metrópole encontrava-se sobre jugo espanhol.

Tal cruz estava presente também na bandeira do Brasil Imperial e nas Caravelas que singraram o Atlântico até chegar ao Brasil. É portante, extremamente representativa da história da cidade e do país.

Bandeira_da_cidade_de_São_Paulo_(1974_-_1987).svgOutro signo importante é o brasão com os dizeres “Non Dvcor, Dvco” (Não sou conduzido, conduza), que foram imortalizados na revolução de 1932 e simbolizam o espírito líder e desbravador do povo paulista e de sua capital.

Tal brasão foi criado através do ato Municipal nº 1057, de 8 de março de 1917. Ela assim dizia: “Escudo português de goles com um braço armado movente do flanco sinistro empunhando um pendão de quatro pontas farpadas ostentando uma cruz de goles, aberta em branco sobre si, da Ordem de Cristo, içada em haste lanceada em acha d’armas, tudo de prata. Encima o escudo a coroa mural de ouro, de quatro torres, com três ameias e sua porta cada uma. Suportes: dois ramos de café, frutificados, de sua cor. Divisa: “Non ducor duco”, de goles, em listão de prata

A atual bandeira, instituída em 1987 pelo prefeito Jânio Quadros, mescla o brazão da cidade de São Paulo com a Cruz da Ordem de Cristo, carregando consigo símbolos extremamente representativos do povo paulistano. São 500 anos de história marcados por bravura, guerras e pelo papel de protagonista que o povo da cidade cumpre pelo Brasil.

O vereador João Jorge, em sua ânsia de “inovar” e ganhar espaço em redes sociais, terminou por desrespeitar a história da cidade em que se elegeu, demonstrando ignorância e falta de respeito. Este Jornalivre considera tal tentativa um insulto, devendo ser repelida fortemente pelo povo de São Paulo.

Anúncios

15 comentários sobre “Vereador passa vergonha após insultar bandeira de São Paulo e demostrar ignorância histórica. Entenda.

  1. Com tantos problemas p reaolver ele quer troca bandeira? Esse camarada ta de sacanagem.
    Pq nao resolve o problemas da saude, educacao e seguranca? Imprestavel!

  2. Ué MBL?! Por que vocês omitiram que o tal vereador é protestante?
    Sabendo-se que protestante tem ódio do catolicismo e da herança católica portuguesa, acredite:

    ESSE VEREADOR FAZ ISSO POR ÓDIO AO CATOLICISMO.

    Não é ignorância por parte desse senhor. Ele como protestante anti-católico sabe muito bem o que está fazendo.

      1. Os comentários dos protestantes aqui confirmam o que eu disse: Os protestantes tem ódio do catolicismo e da herança católica portuguesa do Brasil.

    1. Quando temos a oportunidade de debater um assunto serio como esse , entra alguem com apologia a violencia e a discriminaçao , defender uma classe, com inteligencia nao significa atacar as demais .Os, ou O motivo desse senhor vem de sua ignorancia educacional e nao de sua crença , pois o mesmo DEUS que esta em uma , esta em todos .Aspalavras transmitem o que esta no coraçao daquele que escreveu .Odio nao se combate com ODIO , DEUS nos ensinou o contrario

      1. Não é ignorância por parte desse senhor. Ele como protestante anti-católico sabe muito bem o que está fazendo.

  3. Só uma pergunta: Ele é vereador na cidade de Americana e quer mudar a bandeira da cidade de São Paulo?
    Pode isso?
    A função dele, pelo que eu sei, é promover soluções para a cidade onde ele atua como vereador e não outra
    Ridículo
    Ah outro detalhe da matéria, no fim do terceiro parágrafo tem um erro de português horroroso, o correto é sob o jugo espanhol e não sobre

  4. Qual o problema de alguém expressar sua opinião? Não concordo com o vereador, mas ele tem o direito de expressar a opinião dele. Como bem disse Roland Barthes: “Fascismo não é impedir-nos de dizer, é obrigar-nos a dizer.”

  5. aqui onde eu moro em Osasco 90% dos vereadores são ignorantes e não tem formção cultural no maximo de escolaridade alguns é e o primario outros o segundario, 01 0u 02 são com formação universitário ou o1 só, imagina cada coisa sai da mentes dele. só vendo os jornais daqui,

Deixe uma resposta