Wesley se lamenta: “A única coisa de errado que eu fiz foi a delação”

O empresário Wesley Batista, acionista da JBS, disse nesta quarta-feira, 13, que a ‘única coisa que fez de errado foi a delação’. Em audiência de custódia na 6.ª Vara Criminal Federal em São Paulo, Wesley se disse ‘arrependido’ do acordo de colaboração premiada que firmou com a Procuradoria-Geral da República.

Wesley foi preso na Operação Acerto de Contas, nova etapa da Tendão de Aquiles, que investiga ganhos extraordinários do Grupo J&F, controlador da JBS, por meio de informações privilegiadas da própria delação no mercado financeiro.

A prisão preventiva – sem prazo para expirar – de Wesley foi decretada pelo juiz João Batista Gonçalves, da 6.ª Vara Criminal Federal.

A informação é do Estadão.

Anúncios

Deixe uma resposta