Ao perseguir quem se manifestou contra a exposição Queermuseu, Boechat quer censurar os brasileiros e limitá-los a uma agenda esquerdista

O jornalista Ricardo Boechat se manifestou, na Band News, acerca do caso da exposição Queermuseu. Como esquerdista que é, não foi surpresa vê-lo tratar do caso sob o ponto de vista da extrema-esquerda.

Em seu comentário, ele atacou o MBL por ter sido um dos protagonistas nas duras críticas ao evento. Seu ataque, porém, foi bastante exagerado. Além de comparar o MBL ao nazismo, ele também comparou Kim Kataguiri ao ditador norte coreano Kim Jong-un, que por acaso é apoiado justamente pela esquerda radical que o jornalista defende.

De qualquer forma, o que ficou claro é que o jornalista quer censurar as manifestações contrárias ao evento, pois embora o MBL tenha protagonizado a luta, a verdade é que não foi o movimento quem a começou, e sim a população. Ao censurar os críticos, Boechat deixou claro que quer cercear qualquer manifestação popular contrária ao que ele pensa ser correto.

O ataque de Boechat, portanto, não foi ao MBL. Não foi o MBL que ele chamou de nazista. O ataque foi contra todo e qualquer brasileiro que tenha se sentido ultrajado por uma mostra pornográfica direcionada a crianças e financiada com verba pública. Se perdermos o direito de nos manifestarmos contra aquilo que achamos errado, que direitos mais serão cerceados depois?

 

Anúncios

15 comentários sobre “Ao perseguir quem se manifestou contra a exposição Queermuseu, Boechat quer censurar os brasileiros e limitá-los a uma agenda esquerdista

  1. Eu era ouvinte dos programas na rádio e TV Band desse jornalista, mais agora com esse posicionamento dele, eu o vou censurar. Para mim esse cara acabou.

  2. Bem, se para eles somos fascistas e nazistas, porque nos recusamos à aceitar a apologia a pedofilia e zoofilia como algo normal… Acho que isso nos dá o direito de chamá-los de pedófilos e zoófilos por defenderem essa maldita exposição.

  3. Não vi a exposição… apenas acompanho o caso pelas mídias, mas penso que aquela imagem não se trata de zoofilia por si só, para nós católicos, o cordeiro representa Jesus – Cordeiro de Deus – que maldade !
    Tenho muitos amigos e conhecidos LGBT pessoas maravilhosas que não estão representadas nesse ato. Acho lamentável o ocorrido e as dimensões alcançadas.

  4. Sr. Ricardo Eugênio Boechat, estou envergonhado com o seu comentário. com todo o respeito, o sr. levaria suas filhas menores àquela aberração chamada de arte onde havia sexo explícito?

  5. Boechato defendeu os black blocs ! Quem é nazista aqui: quem defende arruaceiros intimidadores e predadores de patrimônio público e privado ou quem defende valores da família?
    Faço boicote à globo por tudo e todos que coloca no ar e a Band por causa dessa besta quadrada elevada ao cubo chamada boechat(o).

  6. Leve suas filhas a este museu e espluque a elas cada cena, que o negrinho esta sendo enrrabado por um branco e chupando o pau de outro branco, que a outra pessoa segura a ovelha para o tarado penetra-la e dai por diante, etc.

  7. Boechat é amigo de Simão. Boechat tem um quadro na rádio BAND onde trata com Simão, seu colega e amigo de rádio, de td de uma forma escrachada, humorada e pornográfica. Até aí td bem? Boechat não se opõe ao homossexualismo. Então, agora entenderam?

Deixe uma resposta