Abaixo-assinado do MBL desafiando Santander a ajudar crianças vítimas de abuso sexual já ultrapassou 20 mil adesões

O Movimento Brasil Livre (MBL) está divulgando um “desafio” ao banco Santander, onde propõe ao banco que auxilie crianças vitimadas pela pedofilia e abuso sexual, em compensação a desastrosa mostra Queermuseu e, deste modo, mostrando de uma vez por todas que aquilo não passou de um engano. Veja vídeo:

Para dar peso ao desafio, o movimento criou um abaixo-assinado para que os cidadãos brasileiros possam dar o seu apoio. Até o momento desta publicação, mais de 22 mil assinaturas já foram colhidas, virtualmente, por intermédio do site charge.org. No texto, o movimento afirma: “A mostra patrocinada pelo Santander causou mal estar na sociedade e expôs centenas de crianças a imagens de pedofilia, zoofilia e ataques ao cristianismo. O banco voltou atrás, mas o dano está feito, e precisa ser reparado. 800 mil reais de dinheiro público foram utilizados para promover esse absurdo.”

Mais adiante, o desafio é lançado: “Como desafio e sugestão ao Santander, para que o banco de fato repare o dano causado, a sociedade propõe que seja feita uma doação de 800 mil reais a uma instituição de caridade que ajude crianças vítimas de abuso sexual.”, e arrebata: “Só assim poderemos ter certeza da convicção do Santander no repúdio a essa prática abominável.”

Por ora, o banco ainda não se pronunciou acerca do desafio proposto.

Anúncios

4 comentários sobre “Abaixo-assinado do MBL desafiando Santander a ajudar crianças vítimas de abuso sexual já ultrapassou 20 mil adesões

Deixe uma resposta